17 de janeiro de 2019 admin

Home theaters para jogos: o que você precisa saber.

Ao contrário do que muitos podem pensar, as produtoras de jogos “Triplo A” não consideram somente os gráficos e a jogabilidade na hora de atrair consumidores. Grande parte do envolvimento gerado por games modernos decorre dos orçamentos dedicados a produções sonoras que fazem inveja a muitas produções de Hollywood.

Um título bem mixado permite que, somente com seus ouvidos, você saiba o posicionamento de inimigos, “sinta” o impacto de tiros disparados ou se perca em meio a uma trilha sonora incidente. Infelizmente, você pode estar perdendo muito desses elementos caso esteja acostumado a jogar usando somente os alto-falantes de uma televisão.

Assim como acontece na hora de assistir a filmes e seriados, apostar em um home theater pode mudar substancialmente a maneira como você aproveita seus games favoritos. Não há a necessidade de comprar sistemas específicos para jogos eletrônicos, visto que eles se assemelham muito à mixagem usada no cinema — no entanto, é preciso respeitar algumas regras básicas para obter a melhor experiência possível.

Home theaters para jogos: o que você precisa saber antes de comprar.

Home theaters para jogos: o que você precisa saber.

O sofá

O local em que você senta é tão importante para definir a qualidade de uma experiência sonora quanto a qualidade dos equipamentos comprados. Investir em um sofá com encosto muito alto, por exemplo, pode contribuir para bloquear as ondas sonoras geradas pelas caixas traseiras de um sistema surround. Um bom home theater pode mudar completamente sua experiência de jogo

Também é recomendado que você não encoste seu sofá ou cadeira nas paredes caso queira otimizar a qualidade do sistema, já que isso interrompe o caminho de navegação do som. Por fim, invista em móveis que permitam relaxar — caso suas costas estejam tensas, fica difícil “sentir” os graves da maneira adequada.

Home theaters para jogos: o que você precisa saber.

O ambiente

O ambiente em que um home theater é montado é responsável por definir pelo menos metade do potencial sonoro que o sistema escolhido vai oferecer. Antes de sair espalhando caixas de som e subwoofers, é preciso prestar atenção à configuração do ambiente disponível de forma a otimizar seu uso.

É preciso prestar atenção à configuração do ambiente disponível

Para alcançar a melhor experiência de jogo, é recomendado remover do local fontes de som externas (fechar as portas) e controlar a luz do ambiente. Caso você posicione o equipamento num local oposto a uma janela, por exemplo, são grandes as chances de ter que conviver com o reflexo da luz do Sol. Também vale apostar em luzes cuja intensidade possa ser ajustada — o local não precisa estar totalmente nas trevas, somente um pouco escuro.

Também vale apostar em uma configuração na qual a televisão e o canal de áudio principal estejam em uma posição centralizada. No entanto, não é preciso exagerar e remover totalmente os enfeites do local: estantes de livros, quadros e móveis absorvem e refletem o som, mas os efeitos causados por eles não chegam a incomodar a maioria das pessoas — esvaziar completamente sua sala pode transformá-la em uma câmara de eco, algo que vai prejudicar muito sua experiência.

 

A televisão

A qualidade da televisão utilizada influencia bastante a maneira como você vai aproveitar seus games. Entre os aspectos que têm impacto em uma decisão de compra estão a resolução do aparelho (1080p é adequada para os padrões atuais, mas uma tela 4K pode deixá-lo mais preparado para o futuro) e a taxa de atualização — um valor muito baixo pode fazer com que as imagens exibidas fiquem borradas.

Home theaters para jogos: o que você precisa saber.

O tamanho de sua TV determina a distância que os móveis devem ficar em relação a ela

Também é importante apostar em um tamanho de tela compatível com seu ambiente e com a distância entre seu sofá e a estante ou parede em que o eletrônico vai ficar localizado. Nesse caso, a fórmula “maior = melhor” nem sempre funciona — afinal, você não quer ter uma TV que lhe força a ficar mexendo o pescoço de um lado para o outro para conseguir ver o que está acontecendo.

Nesse caso, é bom seguir uma das fórmulas abaixo para definir o tamanho ideal de sua televisão:

  • Resolução 480p – distância da TV (em metros) x 12 = tamanho ideal
  • Resolução 720p – distância da TV (em metros) x 18 = tamanho ideal
  • Resolução 1080p – distância da TV (em metros) x 21 = tamanho ideal

Por exemplo, se a distância de seu aparelho Full HD (1080p) até seu sofá é de 2 metros, basta multiplicar esse valor por 21 para descobrir que a tela mais adequada ao seu ambiente é de 42 polegadas. Vale notar que essa regra serve somente como uma recomendação, o que significa que apostar em uma tela ligeiramente menor ou maior não vai necessariamente estragar a sua experiência.

Teste o som

Para ter a melhor experiência de jogos, não basta simplesmente comprar várias caixas de som e distribuí-las de qualquer forma pela sala de estar. Embora esse seja um processo cansativo, testar diferentes posicionamentos de caixas de som antes de decidir por uma configuração definitiva pode transformar substancialmente a forma como você desfruta de um game.

O canal central se mostra o mais importante e desafiante: caixas de som de baixa qualidade tendem a fazer com que pessoas ouçam sons de maneira diferente dependendo de sua posição. Para evitar esse efeito, é bom investir em aparelhos mais completos ou realizar testes de “ruído rosa” — algo que pode ser feito com o auxílio de aplicativos para o iOS e o Android.

Exemplo de configuração sonora de uma sala

Alimente suas caixas de som com o ruído rosa e ande por sua sala, prestando atenção a possíveis diferenças de desempenho dependendo do local onde você está. A partir disso, ajuste o posicionamento de seu equipamento de forma a obter a experiência mais uniforme possível.

As caixas de som não precisam ser apontadas diretamente para os ouvidos de quem está jogando

Tente posicionar o canal central abaixo de sua televisão ou (preferencialmente) acima dela, caso isso seja possível. Quem tem um sistema de projeção pode preferir colocar esse canal na parte traseira ou “dentro” da tela — contanto que seu equipamento permita que sons passem por ele sem os abafar.

Note que as caixas de som não precisam ser apontadas diretamente para os ouvidos de quem está jogando. Em um sistema surround, elas devem estar localizadas ao lado, acima e um pouco atrás da audiência para uma boa experiência. Caso isso seja possível, invista em produtos de alta dispersão que espalham melhor o som por um ambiente.

Para completar, lembre-se de não colocar seu subwoofer encostado na parede. Além de isso melhorar o desempenho do aparelho, seus vizinhos vão agradecer por não ter que lidar com as frequências baixas sendo transmitidas diretamente para a casa deles.

Configure seu console

Para colher os benefícios que conectar seu console a um sistema de áudio dedicado pode trazer, é preciso saber configurar corretamente a plataforma que você utiliza. As opções mostradas abaixo são recomendadas para quem usa esses aparelhos para reproduzir filmes Blu-ray, mas também trazem benefícios na hora de se aventurar por jogos. Vale notar que as opções levam em consideração que você está usando o cabo HDMI como fonte de som.

Xbox One

Entre nas configurações, siga em Todas as Configurações > Tela e Som > Áudio HDMI e escolha a opção 7.1 sem compressão.

Xbox 360 S/E

Vá até as configurações, escolha Sistema > Configurações do Console > Áudio e marque a opção Dolby Digital 5.1.

PlayStation 4

Abra as configurações, escolha Som e Tela > Saída de áudio > Formato de áudio. Escolha entre as opções “PCM Linear” ou “Bitstream (Direto)” e veja qual resultado se mostra o mais adequado.

PlayStation 3 (modelo slim)

As configurações são semelhantes às do PlayStation 4. Abra o painel de configurações e selecione as opções Configurações de saída de áudio > HDMI e escolha entre as opções “PCM Linear” ou “Bitstream (Direto)”.

PlayStation 3 (modelo fat)

O modelo mais antigo tem algumas restrições que foram removidas pela Sony nas versões posteriores, o que torna o processo de configuração um pouco diferente. Vá em Configurações > Configurações de BD/DVD > Formato de saída de Áudio (HDMI) BD/DVD e então selecione a opção “Linear PCM”.

Em seguida, abra novamente o painel de configurações e siga em Configurações de áudio > Configurações de saída de áudio > HDMI e depois selecione o campo “Automático”. Vale notar que, em outras plataformas, o desempenho de áudio obtido pode variar conforme o sistema home theater utilizado.

Decidir pela compra de um home theater não é um processo simples. Afinal, não somente há diversas variações de preço, como nem sempre fica claro o que cada configuração oferecida significa — nomenclaturas diferentes podem dar a entender que sistemas completamente distintos são bastante semelhantes entre si.