NEO MINT SERÁ A COR DE 2020. O VERDE SUAVE ALIA CIÊNCIA E TECNOLOGIA COM A NATUREZA

Interior mockup illustration with decor, 3d render, white wall with blank board and staircase

Um tom pastel relaxante e suave que tem tudo para dominar a moda, a decoração e o design. Chamado de “Neo Mint”, a cor será tendência principal em 2020 de acordo com a WGSN, empresa inglesa líder mundial em tendências e previsões.

Interior mockup illustration with decor, 3d render, white wall with blank board and staircase

Há anos imaginamos como seria a vida em 2020, e agora, estamos bem perto da tecnologia e da ciência transformarem esses sonhos em realidade. 2020 será o ano em que a visão “super-futurista” se tornará realidade. No burburinho em torno desses tempos futuristas, haverá também tendências com relação as cores que captam essa sensibilidade. À medida que nos aproximamos do início da próxima década, veremos um tom limpo e puro: o Neo Mint como a cor de escolha.

O Neo Mint é uma nuance oxigenante e fresca que alinha a ciência e a tecnologia à natureza – que não apenas transmite uma sensação tecnológica moderna e futurista, mas também se conecta com o verde (vida vegetal). Do ponto de vista da moda, o NeoMint incorpora o impulso em direção ao apelo neutro em termos de gênero, e, inclusive, terá superado os tons mais femininos na entrada desta década.

Cuidados para tomar com seu jardim no verão

Todo jardim precisa de cuidados para se manter sempre lindo e cheio de vida e o verão exige ainda mais de quem cuida dele. Confira nossas dicas!

Geralmente o verão é a época mais esperada do ano pela grande maioria das pessoas e muito provavelmente também para quem gosta de plantas e flores. Porém, alguns cuidados precisam ser colocados em prática se você quer mantiver o seu jardim sempre bonito e saudável. Fatores como o sol excessivo, umidade do ar e outros aspectos naturais podem ajudar ou atrapalhar muito, dependendo do tipo de planta que você está criando em casa.

Separamos 5 cuidados para você começar a ter agora mesmo com o seu jardim e cultivar as flores ainda mais bonitas nesta estação. Confira:

1. Regar:
Uma regra fundamental para quem cuida de plantas é a rega. Dependendo do tipo ou exposição que ela tenha a espaços abertos, a chuva poderá te ajudar com essa tarefa, mas é importante ficar ligado na temperatura, se o ar está muito seco, quais as chances de chuva para aquela semana, melhores horários para levar as plantas para fora de casa, entre outras questões. Mas atenção! Muita chuva poderá encharcá-las e apodrecer as raízes, além de algumas espécies de plantas permitem irrigações mais espaçadas, pois retém melhor a água.

Dica: Existem apps exclusivos para a consulta de temperatura dos dias da semana e até mesmo uma busca no Google já te dá visibilidade do comportamento do clima de forma prática e rápida e por horário.

2. Poda:
Podar as plantinhas nesta época não é indicado, pois elas despertam na primeira poda e começam a liberar novos brotos no verão. Remova apenas folhas mortas e galhos secos para manter a flor bonita.


3. Exposição ao sol:
Uma pesquisa online pode te ajudar a descobrir muitas informações valiosas sobre as plantas e flores que você cultiva em casa e isso é fundamental para entender o tempo de exposição ao sol que é recomendado para aquela espécie. Outras informações importantes para se buscar são: quando regar, em que ambiente ela deve ser criada, adubo apropriado para a cultivação, entre outros.

O tempo de exposição solar varia muito de uma planta para outra e por isso é tão importante saber o que fazer com cada espécie.

4. Crescimento e adubação:
O crescimento é a forma de medir o momento ideal para o replantio, que deve ser feito nesta fase e receber bastante água no início do processo para adaptação ao novo local. A adubação das plantas no verão é importante para que elas metabolizem e absorvam os nutrientes do solo mais rapidamente. É nesta época que deve ser removida a terra seca e a feita a troca do adubo.


5. Pragas:
As pragas são os inimigos mais comuns das plantas e flores e é importante o cuidado redobrado nesta época, pois é a alta temporada de epidemias. É preciso que se observe diariamente as plantas para entender a motivação do ataque de pragas, que pode acontecer por problemas na circulação de ar, umidade e iluminação errada.

Se notar problemas deste tipo, tente variar o local, horários de exposição ao sol e quantidade de regas por período. Para eliminar as pragas, opte sempre por métodos naturais, que são menos agressivos para a saúde das flores.


Gostou das dicas? Agora você já tem noção de por onde deve começar a cuidar das suas plantinhas no verão. Aproveite o início do ano e começo da estação para colocar tudo em ordem no seu jardim e mantê-las saudáveis e sempre bonitas. Flores ajudam a alegrar qualquer ambiente e valem cada tempo dedicado!

5 tipos de luminárias que transformam a decoração do ambiente

Uma das etapas mais importantes na decoração de uma casa é a hora de escolher as luminárias. Isso porque, além de serem objetos que fazem toda a diferença no visual, elas cumprem a extremamente importante função de iluminar os ambientes.

Existem diversos tipos de luminárias, cada uma com suas características e particularidades e, sendo assim, é preciso fazer a escolha certa para as suas necessidades. Elas podem ser combinadas de acordo com o estilo da decoração e influenciam nesse quesito tanto quanto os móveis e outros objetos decorativos.

Por exemplo, se você quer uma sala minimalista e elegante, usará determinado tipo de luminária. Já se a ideia é um quarto mais romântico e aconchegante, a luminária escolhida será completamente diferente.

Se você quer conhecer os principais tipos de luminárias para saber como escolher a ideal para cada cômodo da sua casa, é só ficar ligado nas dicas a seguir:

1. Luminária de teto

Além de ser o tipo de luminária mais comum, esse é também o modelo mais versátil e que pode ser usado em praticamente todos os ambientes. Existem vários tipos de luminárias de teto, entre eles as embutidas, pendentes, lustres, etc.

Embutidas

As luminárias embutidas passam muita elegância para o ambiente, deixando-o bem clean e minimalista. É necessário que o teto tenha um forro, pois é ali que as lâmpadas ficarão embutidas. Geralmente, esse tipo de iluminação circula todo o ambiente, já que é preciso ter vários pontos de luz para que realmente clareie.

Pendentes

Os pendentes geralmente são usados em pontos que necessitem de uma iluminação extra. Na maioria das vezes são colocados em cima de um local específico, como mesas ou sofás, para complementar a iluminação central do ambiente. Eles são muito comuns em cima de mesas de jantar e mesas de centro e possuem muitos modelos diferentes, que combinam com qualquer ambiente e qualquer tipo de decoração.

Lustres

Já os lustres, além de iluminar, também são considerados um objeto de decoração. Existem opções desde as mais simples e minimalistas até aqueles lustres enormes e cheios de detalhes, que chamam muito a atenção.

Ao escolher essa segunda opção, é preciso tomar cuidado para que o lustre não “brigue” com os outros objetos do ambiente. Eles são muito comuns na sala e no quarto, que geralmente são os cômodos mais sofisticados da casa.

Plafons

Por fim, outro tipo de luminária de teto são os plafons, uma espécie de caixa que fica bem próxima ao teto e serve mais para não deixar a lâmpada tão exposta. Existem alguns plafons decorados e até com desenhos de personagens, ótimas opções para usar nos quartos das crianças.

A grande vantagem das luminárias de teto é que elas geralmente oferecem uma boa iluminação geral para ambientes pequenos e médios. Em ambientes muito grandes, talvez seja necessário colocar mais de um ponto de luz, ou mesclar com outros tipos de luminárias, como a de mesa ou de piso, por exemplo.

Os valores podem variar infinitamente e isso vai depender desde o tipo de luminária escolhido, até o seu modelo e nível de detalhamento.

2. Luminária de parede

Existem dois tipos principais de luminárias de parede, as arandelas — que são colocadas na parte superior da parede — e os balizadores, colocados mais próximos do rodapé.

Arandelas

As arandelas são muito usadas em corredores, banheiros e ambientes externos. Sua finalidade é mais decorativa do que realmente para iluminar, por isso elas são usadas em lugares que não precisam de muita claridade.

Existem diversos modelos, desde os mais moderninhos até os mais clássicos e sofisticados. Raramente você encontrará uma única arandela em uma parede. Geralmente são usadas duas ou mais, dependendo do tamanho do ambiente.

Balizadores

Os balizadores são muito utilizados em corredores e em escadas, servindo para indicar a direção do caminho que deve ser seguido. Não é a melhor escolha se você quer deixar o ambiente iluminado, mas é ótimo para deixar o local mais aconchegante e bem elegante.

Também existem balizadores que ficam no chão, ao invés da parede, e esses são muito utilizados em jardins — também para indicar um caminho.

3. Luminária de piso

Também existem algumas opções de modelos de luminárias de piso, mas as mais comuns são as de coluna, que geralmente são altas e parecem estar “em pé”. Elas são muito usadas para iluminar locais de leitura, já que seu foco é bem direcionado.

As luminárias de piso são ótimas opções para salas e escritórios, e geralmente ficam mais próximas da parede para não ficarem no meio do caminho. Como são usadas para potencializar a luz em um local específico, esse é um tipo de luminária que serve para complementar a iluminação do ambiente.

4. Luminária de mesa

As luminárias de mesa são muito parecidas com as de piso, e possuem basicamente a mesma função. A grande diferença é que elas são menores e ficam apoiadas na mesa, e não no chão. São usadas em mesas de trabalho e estudo, nunca em mesas que são utilizadas para comer. Nesse último caso, a melhor opção seriam os pendentes.

5. Abajur

Os abajures geralmente são usados em cima de criados-mudos ou mesas de cabeceira ao lado da cama. Porém, existem diversos modelos de abajures que podem dar um toque todo especial na decoração, não só do quarto mas também da sala de estar, escritório e outros ambientes que precisam de um toque extra de conforto.

Eles possuem uma luz mais suave — graças ao difusor e à lâmpada amarela —, servindo para deixar o ambiente mais aconchegante para aqueles momentos em que não se quer estar no escuro, mas também não quer um ambiente muito claro.

Escolher a luminária certa faz toda a diferença no resultado final da decoração da sua casa, ou de qualquer ambiente. Pense com carinho em quais são as necessidades de cada cômodo, e deixe-os com a iluminação ideal, além de bem bonitos e aconchegantes.

Confira os melhores aplicativos para arquitetos em 2018

Todos os jovens arquitetos, sabem de cor e salteado as palavras dos nossos colegas mais experientes quando se trata de tecnologia: “Antigamente tudo era muito mais difícil”. “Desenhávamos tudo à mão e um simples erro poderia por tudo à perder. Vocês, jovens, não sabem o que isso significa”.

Confira os melhores aplicativos para arquitetos em 2018

“Enjoados” talvez seja uma definição severa demais. Mas é fato que trabalhar com arquitetura hoje em dia é completamente diferente de como era décadas atrás. Empresas de tecnologia trabalham diariamente para desenvolver programas e aplicativos que procuram facilitar a nossa vida. Entretanto, com a infinidade de aplicativos disponíveis é até difícil acompanhar as novidades. Para ajudá-los, montamos uma lista dos principais aplicativos de arquitetura disponíveis no mercado no momento.

A360 (iOS/Android)

Guardar no Meu ArchDaily

Confira os melhores aplicativos para arquitetos em 2018

A360

Você se lembra como era difícil ter que esperar até chegar no escritório para poder abrir um arquivo de CAD, porque era impossível abri-los em seu smartphone? A Autodesk criou a solução perfeita para esse dilema quando recentemente lançou o aplicativo Autodesk A360. E qual é a grande novidade do A360? Você pode visualizar e fazer upload de desenhos 2D e 3D, independentemente do software usado para criá-los, navegar em modelos de grande escala, revisar e marcar os projetos, medir dimensões e áreas e acompanhar o status do projeto a qualquer momento e em qualquer lugar.

Autodesk Sketchbook (iOS/Android)

Guardar no Meu ArchDaily

Confira os melhores aplicativos para arquitetos em 2018

Autodesk Sketchbook

A Autodesk acredita que a criatividade começa com uma ideia e, geralmente, elas aparecem quando menos se espera. Pode ser à caminho do trabalho, sonhando acordado em reuniões ou palestras, ou na profana poltrona da sala de banho. Para garantir que as melhores ideias não se percam, a Autodesk desenvolveu um novo aplicativo com ferramentas inovadoras que transformarão à experiência do desenho técnico. Além de lápis, marcadores e mais de 190 pincéis personalizáveis, o aplicativo conta com ferramentas de simetria e previsão de traçado em 16 diferentes configurações que suavizam linhas e corrigem formas.

BIMx (iOS/Android)

Guardar no Meu ArchDaily

Confira os melhores aplicativos para arquitetos em 2018

BIMx

O premiado BIMx possui uma tecnologia única, integrando a navegação em projetos 2D e 3D. O recurso “hyper-model” ajuda os usuários a preencher a lacuna entre a atividade de desenho no escritório e o tempo real na obra. Clientes, arquitetos e construtores podem virtualmente percorrer e fazer ajustes de medição no modelo 3D sem a necessidade de acessar um software CAD. Os problemas podem ser controlados e revisados diretamente do canteiro de obras.

Concepts (iOS)

Guardar no Meu ArchDaily

Concepts

Concepts

Concepts app é basicamente um caderno de croquis digital, porém, turbinado. Com seu sistema em 64 bits e vários núcleos de renderização, o aplicativo é flexível, preciso e extremamente responsivo. Concepts é perfeito para arquitetos, ilustradores, designers de produtos e artistas visuais que gostam de explorar sua criatividade e esboçar tudo aquilo que lhes vem à mente, sem renunciar aos detalhes mais precisos.

Morpholio Trace (iOS)

Guardar no Meu ArchDaily

Morpholio Trace

Morpholio Trace

Um veterano nas listas dos “melhores aplicativos” do Archdaily, o Morpholio é o software dos sonhos para qualquer arquiteto e designer. O aplicativo possui uma ferramenta de desenho exclusiva que permite aos usuários trabalhar com fluidez em todo o processo de projeto. Além de permitir esboços bastante simples, é possível desenhar e desenvolver idéias com muita precisão, o aplicativo permite revisões em arquivos PDF e imagens e está continuamente adicionando novos recursos para tornar o processo de design muito mais fácil – incluindo uma grande novidade que deverá estar disponível em breve, a realidade aumentada.

Scala Architectural Scale (iOS)

Guardar no Meu ArchDaily

Scala Architecture Scale

Scala Architecture Scale

Um aplicativo de medição ilimitado, o Scala Architectural e o Engineering Scale permitem operar medições precisas em desenhos impressos de qualquer escala. O aplicativo é simples e fácil de usar, contando com escalas de arquitetura, engenharia e tantas outras, inclusive desconhecidas.

Sunseeker (iOS/Android)

Guardar no Meu ArchDaily

Sunseeker

Sunseeker

O seu nome já diz tudo. O “Sunseeker” fornece uma câmera em realidade aumentada com uma bússola plana para rastrear o percurso do sol, seus intervalos de horas e os solstícios de inverno e verão. Entre seus muitos recursos, o aplicativo usa um GPS e um magnetômetro para encontrar a posição e o caminho corretos da sua localização atual, permitindo ainda escolher qualquer ponto na Terra e acessar todos os seus detalhes, incluindo a elevação máxima do sol. O aplicativo não é apenas ideal para arquitetos, mas também é adequado para fotógrafos, avaliadores de imóveis, instaladores de painéis solares, jardineiros e todos os amantes do grande astro (levando seu bronzeamento natural a outro nível!).

Fonte:www.archdaily.com.br

11 ideias para receber bem

Para receber bem os seus convidados, é preciso pensar todos os elementos necessários para uma reunião caprichada, como é o caso da decoração de mesa. Afinal, um ambiente charmoso e organizado faz toda a diferença!

Selecionamos algumas dicas que vão ajudá-la na hora de planejar uma recepção completa. Confira:

1. Defina o seu estilo

O primeiro passo para criar uma decoração de mesa incrível, é definir o seu estilo. Para isso, pense na mensagem que você deseja passar aos seus convidados. O momento é para comemorar um casamento? Então, uma combinação mais clássica e romântica é sempre bem-vinda!

Quer inovar e levar um toque rústico à sua mesa posta? Elementos naturais, como a palha, o couro e a madeira devem estar presentes. Se preferir um visual moderno, as tonalidades neutras e objetos metalizados são essenciais.

Neste momento, a composição de cores e os demais acessórios devem ser pensados em conjunto para que o resultado seja harmônico.

2. Escolha um ambiente especial

Agora que você já definiu o seu estilo, que tal escolher um espaço para receber os seus convidados? Para quem quer inovar, as áreas externas são uma ótima opção. Neste caso, você pode criar a sua decoração exclusiva em um jardim, varanda ou área gourmet.

Para os ambientes internos, como a sala de jantar, certifique-se de que há lugar para todos os visitantes. Se houver crianças, reserve um local especial para elas, como uma mesa de refeições com temática infantil.

3. Considere o modelo da mesa

Seja quadrada, redonda ou retangular, uma bela composição pode ser feita em qualquer modelo de mesa. No entanto, é importante ter atenção ao escolher determinados itens. As toalhas, por exemplo, precisam ter as dimensões corretas para não ficarem curtas ou muito compridas.

Também é recomendado que os itens de decoração estejam em harmonia com o formato da mesa. Se o seu móvel for redondo, utilize peças redondas, como os jogos americanos ou vasos. Assim, haverá simetria e sua combinação ficará muito mais agradável!

4. Priorize um bom jogo de louça

Sem dúvidas, o jogo de louça é o grande protagonista de uma decoração de mesa. Por isso, dê preferência a itens de qualidade e que ofereçam um design de acordo com o seu estilo de composição.

Em geral, as louças em cores neutras são perfeitas, caso as suas peças sejam produzidas em cerâmica ou porcelana. Se você busca por um toque mais sofisticado para datas especiais, louças com detalhes em dourado são ideais.

Quanto mais completo o jogo, mais caprichada será a sua mesa. Por isso, pense em todos os elementos, incluindo os pratos, sousplat, talheres e taças.

Além disso, garanta uma boa disposição dos objetos. Copos são sempre colocados do lado direito e acima das facas — nesta ordem: copo de água, taça para vinho tinto, taça para vinho branco e taça para champagne.

5. Aposte em uma toalha de mesa ou jogos americanos

Após decidir pelo jogo de louça, é hora de escolher as toalhas ou jogos americanos para a sua mesa posta! Para combinações mais tradicionais, a toalha de mesa é sempre a primeira opção.

Invista em uma peça de qualidade e que possa ser usada em outras ocasiões! Algodão e linho são alternativas versáteis e muito sofisticadas para reuniões formais ou informais.

Já os jogos americanos trazem uma atmosfera mais moderna e despojada. No mercado, há uma variedade de modelos, tamanhos e formatos que você pode escolher de acordo com a sua proposta de recepção.

Para facilitar, utilize itens lisos ou com cores neutras. Porém, caso você queira investir nas estampas, dê preferência às padronagens pequenas e sem um grande mix de cores.

6. Inclua guardanapos especiais

Muito funcionais, os guardanapos podem ser usados de um jeito exclusivo e muito gracioso. Escolha entre itens de papel ou, para um evento mais sofisticado, os de tecido.

Capriche e faça uma apresentação especial! Para isso, aplique diferentes dobraduras ou combine as peças com porta-guardanapos e tenha um visual ainda mais surpreendente!

7. Capriche nos acessórios

Saleiros, bowls, talheres e taças — esses acessórios dão um destaque exclusivo ao ambiente! Por isso, não tenha medo de inovar na escolha desses itens — desde que sigam o seu tema de decoração.

Com equilíbrio e cuidado na disposição dos objetos, esses detalhes ajudam a incrementar a sua decoração.

8. Decore com flores

Delicadas, alegres e cheias de vida, as flores podem ser usadas em pequenos arranjos ou vasos mais sofisticados. Essa é uma forma acessível e charmosa de levar mais cor para qualquer composição.

Você quer criar um espaço mais despojado? Aproveite e transforme garrafas de vidro em vasos! Se a sua mesa posta tiver um contexto mais clássico, os vasos de cerâmica são um curinga. Escolha a sua flor preferida e encante a todos!

9. Use velas para um momento intimista

Está preparando um jantar especial ou, até mesmo, uma recepção no jardim? Incluir velas na sua decoração deixa o ambiente muito mais aconchegante e intimista. Você pode combinar velas pequenas e grandes, criando uma sensação de profundidade.

Em datas comemorativas, como no Natal ou Ano Novo, as velas podem ser usadas junto a outros elementos decorativos — como as flores, pinhas ou dentro de taças, jarras, potes metálicos, de vidro ou castiçais.

10. Agrade os seus convidados

Quem não gosta de receber agrados? Uma boa dica é oferecer pequenos mimos aos seus convidados.

Para que a sua recepção seja ainda mais encantadora, prepare doces em caixas personalizadas, fotografias, bilhetes com mensagens ou demais mimos.

Outra opção é customizar cartões com o nome de cada convidado, com a finalidade de marcar os lugares na mesa. Assim, você garante um momento único e inesquecível!

11. Saiba o que evitar

Assim como em qualquer ambiente, a decoração de mesa requer harmonia entre os objetos. Como em recepções há um grande fluxo de pessoas, evite o uso exagerado de itens decorativos, bem como de travessas de alimentos. Utilize apenas o necessário. Mantenha a funcionalidade enquanto os convidados se servem e garanta o conforto de todos.

Por fim, procure usar apenas arranjos e peças pequenas na sua composição. Deste modo, você evita que a comunicação e a visualização entre as pessoas sejam prejudicadas.