Porque investir em uma sala de reunião com videoconferência

Descubra porque investir em uma sala de reunião com videoconferência pode ser mais interessante, eficiente e econômico para o seu negócio.  O que você faria se o seu desafio fosse encontrar formas de sua empresa ser mais produtiva durante o expediente?  Neste momento, esse é o grande desafio de muitos executivos. E um dos caminhos que eles têm buscado é o uso da tecnologia.  A tecnologia tem ajudado na produtividade das empresas e, por exemplo, no que diz respeito à execução de reuniões. Isso parece importante para você?

Porque investir em uma sala de reunião com videoconferência

Porque investir em uma sala de reunião com videoconferência

O mundo das reuniões: como a tecnologia pode simplificar seu dia a dia 

Às vezes, você gostaria de se dividir em dois só para fazer tudo que está em sua agenda? Então, imagine ter que atender a todos esses compromissos e ainda se preocupar com o deslocamento entre várias reuniões

Para a eficiência das empresas, lidar com essa situação é uma preocupação recorrente: como otimizar a experiência dos encontros e, ao mesmo tempo, tornar tudo mais rápido, prático e assertivo?

Você pode encontrar o caminho a partir da tecnologia de sua sala de reuniões. São esses recursos que, por exemplo, permitirão que sua empresa realize reuniões a distância com a mesma interação de um encontro presencial.

Porque investir em uma sala de reunião com videoconferência

O incrível mundo da sala de reunião

Ter uma estrutura capaz de fazer encontros online com qualidade é o melhor dos cenários. Como montar um ambiente adequado para as reuniões a distância? Afinal de contas, hoje, existem diversos sistemas que oferecem opções mais imersivas e dinâmicas. Entre elas, a videoconferência, com recursos para telepresença.

Criado como uma alternativa ao modelo de reuniões tradicionais, os sistemas via videoconferência têm cada vez mais focado na experiência do “encontro” para se diferenciar de outras formas digitais de comunicação.

Isso quer dizer que não é apenas a missão de conectar pessoas: a telepresença estimula a interação e a colaboração entre as equipes porque permite uma experiência real de reunião.

tecnologia de sua sala de reuniões

O que você ganha com um modelo de videoconferência?

Sabe aquela ideia de tornar o tempo de sua empresa mais útil? Com a videoconferência, a gestão corporativa ganha novas maneiras de otimizar o trabalho remoto ou o atendimento de clientes de forma mais colaborativa e direta. Sem falar da redução de custos com viagens e deslocamentos.

Para entender melhor, pense o seguinte: um executivo em viagem está gerando custos para a operação da empresa de diferentes formas – passagem, hospedagem, alimentação, transporte etc. Com a reunião online isso seria otimizado, certo?

O exemplo poderia ser outro, também: imagine que seu presidente precisa realizar um pronunciamento aos diretores e acionistas. Ao invés de marcar um encontro com todos em um mesmo local, sua companhia disponibiliza uma videoconferência, agregando agilidade e eficiência ao atendimento.

Passo a passo para montar a sala de reuniões ideal

Um dos ambientes mais importantes de uma empresa é a sala de reuniões, local onde são desenvolvidos projetos, fechados negócios e onde grandes ideias podem surgir. Com um layout bem projetado, a sala de reuniões pode contribuir para melhorar a performance dos colaboradores e clientes. Uma sala de reunião bem configurada também pode reduzir os custos com viagens porque torna a intereção entre as equipes de diferentes localidades mais ágil e eficiente.
Alguns itens são determinantes para criar a sala ideal: o arranjo das mesas e cadeiras, monitores de vídeo com alta qualidade, fontes de energia visíveis, iluminação e acústica adequada, móveis ergonômicos, decoração e móveis sintonizados com a imagem que a empresa transmite.

Confira abaixo o passo a passo para montar a sala de reuniões ideal para o seu negócio:

1 – A disposição dos móveis
A forma como estão dispostas as cadeiras e mesas ajudam a direcionar a atenção do público, sempre considerando a quantidade de pessoas. Basicamente são quatro os formatos:
– Estilo clássico de sala de reuniões: uma única mesa no meio da sala com os participantes sentados em todos os lados. Essa configuração é adequada para sessões interativas que exigem espaço de trabalho e uma linha visual clara entre os participantes.

– Forma em U: mesas em U, com cadeiras colocadas do lado de fora da mesa, são ideais para um público de no máximo 25 pessoas. É ideal para grupos de discussão com um apresentador e uma apresentação em vídeo.

– Estilo sala de aula: quando os participantes estiverem trabalhando em laptops ou tomando notas, uma configuração de sala de aula é mais adequada. Este modelo facilita o diálogo entre o apresentador e o público.

– Estilo teatro: essa configuração consiste em alinhar cadeiras em fileiras de frente para a sala sem mesas. Os participantes geralmente não precisam interagir ou fazer anotações.

– Estilo banquete: eventos com refeições funcionam melhor com uma configuração em linhas de tabelas paralelas entre si e perpendiculares à parte frontal da sala. Desta forma, os participantes podem facilmente ver e ouvir as informações apresentadas.

2 – Atenção aos displays de vídeo 
Uma boa qualidade de vídeo é um requisito essencial na maioria dos espaços de reunião. O tamanho da tela é uma das primeiras decisões a serem tomadas, pois um monitor LCD de grande formato pode comunicar informações de forma eficaz e melhorar o ambiente de uma pequena sala de conferências. As telas de LED ou video walls de LCD, por sua vez, podem ser uma ótima solução, proporcionando imagens perfeitas e de alta qualidade com ótima aparência em qualquer lugar.

Leve sempre em consideração estes itens para montar a sala de reunião ideal: clareza de imagem, modelos touch para interações, disponibilidade de aplicativos para praticamente qualquer necessidade de apresentação, alta durabilidade, gerenciamento inteligente de energia que garante operação contínua e um design que permita a instalação, manutenção e monitoramento simples. A Leyard oferece uma série de modelos que incorporam essas características.

3 – A fonte de energia 
A fonte de alimentação é essencial para uma sala de reunião perfeita. Os modelos da Leyard estão disponíveis com redundâncias de energia, o que contribui para garantir a operação contínua. Além disso, muitos modelos são projetados com controle térmico, permitindo operação ultra silenciosa sem ventiladores ou ventoinhas.

Aplicativos que para auxiliar Arquitetos e Designers de interiores

A tecnologia tem influenciado cada vez mais o nosso cotidiano, desempenhando funções e facilitando as tarefas em nossa rotina. O smartphone é um fiel companheiro tanto para trabalhar, conectar pessoas, organizar tarefas ou compartilhar informações e multimídias. No segmento de arquitetura, foram desenvolvidos os mais variados aplicativos para facilitar os projetos e nós selecionamos os melhores Aplicativos que Podem Auxiliar Arquitetos, confira!

  • Sketchbook

Projetado pela Autodesk, este aplicativo funciona como um caderno de croquis, proporcionando liberdade e várias opções de exportação.

  • MagicPlan

Através da câmera do dispositivo, este aplicativo cria pavimentos e ambientes. Apontando o dispositivo móvel em uma área, automaticamente pode-se criar os desenhos, tendo a função de exportar como PDF, JPG ou DXF.

  • Paper

Paper é um dos mais populares aplicativos de desenho para dispositivo móvel, tendo cinco ferramentas e uma tela em branco.

  • Morpholio

O aplicativo Morpholio é recomendado para arquitetos, design de interiores e fotógrafos.

  • Photo Measures

O aplicativo serve para salvar medidas de fotografia, facilitando a situação exata e assegurar que tudo se encaixa, útil para levantamento topográficos.

  • Clinometer

O aplicativo Clinometer permite medir ângulos verticais, útil para medir a inclinação de rampas e pilares.

  • Gypsum Drywall

Este aplicativo calcula automaticamente a quantidade de material que será usado em projetos, uma excelente opção para aumentar a produtividade.

  • Roomscan

Roomscan é um aplicativo que oferece opções para editar medidas e adicionar janelas, portas e escadas a fim de aumentar a precisão da prancha, para utilizar o aplicativo basta encostar o aparelho em parede subquentes.

  • MagicPlan

O aplicativo MagicPlan utilizada as fotos tiradas no celular para tirar medidas de um cômodo e criar uma planta em pouco minutos. O usuário não precisa medir nem mover móveis e demais objetos.

  • MobiArq Protagonista

Este aplicativo permite enviar fotos de irregularidade em obras e edifícios para o Conselho de Arquitetura e Urbanismo.

  • Arquitect’s Formulator

Arquitect’s Formulator é um aplicativo que auxilia nos cálculos matemáticos, principalmente na área de construção civil. O software disponibiliza mais de 400 fórmulas especiais para projetos arquitetônicos.

  • Buildings

Este aplicativo não é voltado somente para amantes de arquitetura, mas também para amantes de viagem. Este sistema operacional disponibiliza obras arquitetônicas por localidade e nome do autor, sendo também possível ativar GPS para identificar os principais edifícios da região na qual ele está.

A IMPORTÂNCIA DO ARQUITETO NA AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

automação residencial é uma alternativa tecnológica que tem se mostrado cada vez mais presente nos projetos de imóveis em todo o país. Com suas características extremamente funcionais, que valorizam o conforto e até mesmo a segurança de um determinado ambiente ou imóvel, é natural que cada vez mais clientes optem por fazer esse tipo de investimento em suas próprias residências.

Automatizar uma casa ou um apartamento, entretanto, é muito mais do que apenas encontrar o profissional técnico ideal para realizar essa tarefa de deixar sua casa mais “inteligente”: é preciso pensar em todo o conceito do imóvel que será modernizado e como ele funcionará em benefício de seus moradores – e é exatamente aí que a presença do arquiteto se faz extremamente importante nessa tomada de decisão.

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

PARA TODO BOM PROJETO É PRECISO UM RESPONSÁVEL POR LIDERÁ-LO

Em qualquer tipo de projeto realizado em um imóvel, seja ele residencial ou comercial, é preciso que alguém assuma a responsabilidade de tocar toda a equipe de profissionais que atuarão na construção desse ambiente. Técnicos, engenheiros, pintores, gesseiros: por mais que todos saibam exatamente o que precisam fazer, é preciso que alguém se apresente como um líder, que vai direcionar toda a equipe para um resultado final satisfatório – e, geralmente, esse profissional é o arquiteto.

O arquiteto é o profissional que, além de conhecer detalhadamente os objetivos do cliente quando o assunto é o projeto do imóvel, também está a par de detalhes que abrangem a atividade dos vários outros profissionais que atuarão na montagem do apartamento. Para os projetos de automação residencial, a realidade não é diferente. O arquiteto participará de todas as etapas da instalação dessas estruturas, dando palpites funcionais, para que os técnicos coloquem essas ideias em prática.

O ARQUITETO É UM PROFISSIONAL COM UMA VISÃO MAIS COMPLETA DO CENÁRIO

Diferentemente do engenheiro, do técnico de elétrica e até mesmo do profissional responsável por instalar os equipamentos automatizados, o arquiteto é capaz de ter uma visão completa do cenário que está sendo construído naquele imóvel, tornando mais fácil a tarefa de adequar as estruturas tecnológicas ao projeto solicitado pelo cliente.

Ele, com as suas diferentes experiências vividas em outros projetos e com outros clientes, pode apresentar sugestões que ajudam os outros profissionais a ter uma visão diferente sobre o que precisarão fazer para o projeto de automação residencial funcionar da maneira mais adequada possível.

AUTOMATIZE SUA CASA SEM PREJUDICAR A FUNCIONALIDADE E O ASPECTO ESTÉTICO DO SEU IMÓVEL

Contar com o suporte do arquiteto no seu projeto de automação residencial é garantir que essa tecnologia seja instalada na sua casa, porém sem prejudicar a funcionalidade e, especialmente, a estética do seu imóvel – seja ele novo ou antigo. O arquiteto acompanhará o passo a passo da instalação, garantindo que o resultado final esteja de acordo com o esperado por seus clientes.

Vídeo high-end garante imagens incríveis.

Para quem deseja aparelhos de alta performance e com reprodução fiel de áudio e vídeo, o melhor investimento é em equipamentos de vídeo high-end garante imagens incríveis.  Se você precisa ou deseja que as imagens do seu sistema de vídeo sejam realmente incríveis, então vai gostar de acompanhar  de ler e  compreender um pouco mais das vantagens de investir no high-end.

Vídeo high end garante imagens incríveis

A evolução do vídeo até o high-end

A transmissão das primeiras imagens acontecia em preto e branco. Antigamente não conseguíamos nem mesmo contemplar cores no televisor, mas com o tempo isso mudou. A tecnologia foi se inovando e finalmente foi possível chegar próximo ao real e colorir os programas que eram exibidos.

Dos valvulados aos televisores de tubo de imagem, foi um passo grande também. E durante muitos anos, ou melhor, por décadas, esse tipo de televisão fazia muito sucesso e era top de linha ter uma tela plana e um vídeo cassete.

Mas, é claro que as coisas evoluem e vieram as imagens digitais, os televisores de alta definição e as transmissões via satélite. Mas nem mesmo tudo isso conseguiu superar o que hoje há de melhor no mercado: o vídeo high-end.

Aos poucos os aparelhos populares são substituídos por aqueles que estejam de acordo com a nova tecnologia de transmissão de imagens. Porém, quem precisa ou quer a melhor experiência com vídeos, aparelhos populares não bastam, o ideal é o high-end.

vídeo high-end garante imagens incríveis.

O que o vídeo high-end tem de especial?

Quando falamos de um aparelho high-end estamos nos referindo a equipamentos que são diferenciados desde escolha da matéria-prima. Cada componente é selecionado com rigor para que se garanta a alta performance e a total qualidade de som e imagem.

vídeo high-end permite que qualquer exibição de imagem em sua casa seja na verdade uma grande experiência cinematográfica. Afinal, você terá toda a qualidade que busca e talvez até um pouco mais.

Começando pelo espectro de cores, o vídeo high-end consegue transmitir até mesmo os mínimos dos mínimos nuances. Assim, você tem uma gama de cores que possibilita a proximidade máxima ao original.

As cores são intensas, luminosas e reais, e se tratando de pretos, temos aquele absoluto. E tudo isso é otimizado por um contraste que não permite nenhuma distorção. Nem muito ou pouco brilho, somente o ponto ideal para qualquer cor que é exibida. E é claro que imagens são feitas de detalhes, e eles fazem muita diferença. O vídeo high-end te permite observar cada um deles, ainda que sejam mínimos, mas a sua transmissão é capaz de reproduzir cada sutileza sem deixar nada encoberto.

Ou seja, um vídeo high-end além de garantir imagens incríveis, transmite seus filmes, shows, documentários, jogos e outros mais com tamanha qualidade que é como se tudo estivesse acontecendo em tempo real dentro da sua sala de vídeo.

E se tudo isso for combinado com um sistema de áudio que traga essa tecnologia a experiência será incrível, por que a junção de som e vídeo high-end oferece o resultado excepcional que você tanto deseja.

SOLUÇÕES EM ÁUDIO E VÍDEO PARA HOME THEATER EM SANTOS E REGIÃO. CONSULTE A SMART.TOUCH

Por que investir no vídeo high-end?

Um equipamento de high-end pode ser o sonho de consumo de muita gente, porém, nem todo mundo se dispõe a investir nele. Isso porque o investimento inicial pode ser pesado para orçamentos menores. No entanto, seu valor é diferente dos aparelhos comuns por aquilo que citamos lá no começo do artigo. Um high-end é diferente desde a fabricação, e sua tecnologia e materiais utilizados são de qualidade superior.

Além do seu design, o high-end traz dentro de si sistemas que foram projetados com o que há de melhor para não somente ter alta performance, mas para durar por muitos e muitos anos. Ou seja, um sistema de áudio e vídeo high-end pode custar mais, no entanto, vale cada centavo, porque esse investimento traz um custo-benefício indiscutível.

 

 

Ambientes corporativos: Tendências de decoração para 2018

Carnaval terminou e, com ele, a promessa de dias melhores tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Começar um novo ciclo é sempre sinônimo de mudança e renovação, não é mesmo? Seja em casa ou no trabalho, o importante é se sentir bem! A decoração de ambientes corporativos é de extrema relevância neste quesito, já que por meio dela é possível organizar os espaços para que proporcionem aos colaboradores bem-estar e conforto no local em que trabalham.

Vamos conferir 6 tendências de decoração para ambientes corporativos que prometem vir com tudo em 2018.

1. Ambientes mais abertos

Para evitar cada vez mais a verticalização da gestão, uma forte tendência que já vem sendo praticada e continua neste novo ano é a adoção de ambientes mais amplos, abertos, espaçosos e unificados.

A figura do chefe em uma sala separada caiu em desuso há bastante tempo e agora os colaboradores ficam todos reunidos em um mesmo local, com possibilidade e facilidade de interação entre eles.  Separe apenas uma sala para reuniões e comunicados importantes com a equipe inteira, caso seja necessário. Ela deve ser ampla e arejada, pois também poderá servir para receber clientes e autoridades.

Mobiliário

As antigas divisórias que segregavam as pessoas foram substituídas por mesas grandes e compartilhadas, capazes de acomodar toda a equipe de trabalho. Em forma de círculo ou dispostos lado a lado, todo mundo divide o mesmo espaço. Os modulados são uma excelente opção para cumprir o propósito, pois podem ser feitos sob medida e de acordo com o gosto e necessidade de cada grupo de colaboradores.

2. Cores neutras

Outro ponto forte para 2018 na decoração de ambientes corporativos é a preferência por cores claras, neutras e em tons pastel. Elas causam uma sensação de conforto para quem tem de ficar muitas horas dentro do mesmo espaço, concentrado no trabalho e nos afazeres do dia a dia.

Uma boa dica é usar a cor do logotipo da empresa para reforçar a marca, mas variando para os tons mais claros na paleta de cores. Assim é possível fixar a marca no imaginário dos trabalhadores e clientes, além de oferecer conforto visual aos que frequentam o espaço.

A aposta

Ano passado o rosa reinou entre os tons claros mais utilizados, mas agora a aposta é uma variação: o cinza rosado. Além dela, os tons suaves de verde e azul serão tendência em 2018. Esqueça os tons fortes e pesados e privilegie a beleza das cores mais pálidas.

A SMART.TOUCH OFERECE SOLUÇÕESCOMPLETAS EM ÁUDIO E VÍDEO PARA SALAS DE REUNIÕES, TAIS COMO MESAS DE SOM, AMPLIFICADORES, MICROFONES, TABLETOP, CAIXAS DE SOM, HOME THEATER, PROJETORES, TELAS DE PROJEÇÃO, CABOS, SISTEMAS ESPECIALIZADOS PARA VIDEOCONFERÊNCIA E SISTEMAS QUE COMANDAM E INTEGRAM ESSES EQUIPAMENTOS.

3. Iluminação natural

Por vivermos em um país tropical, em que o ano todo faz sol em grande parte do Brasil, é possível usar e abusar da iluminação natural na decoração de ambientes corporativos, especialmente se a construção tiver grandes aberturas, como janelas grandes.

A luz natural combinada com cores claras traz leveza e serenidade ao local de trabalho, permitindo com que os colaboradores passem horas sem o sentimento de peso e cansaço ao final do dia.

Não tem nada pior do que terminar um dia de trabalho intenso e se sentir com a cabeça estar pesada, sem vontade de voltar à empresa no dia seguinte. A preocupação por deixar o ambiente corporativo cada vez mais agradável é justamente por este motivo. É preciso que o funcionário sinta-se tão bem no local a ponto de não notar as horas passarem.

4. Móveis ergonômicos

Conforto é a palavra de ordem. Agora os móveis podem ser ajustados de acordo com o gosto de cada colaborador, para que ele se sinta o mais confortável possível no ambiente de trabalho. As mesas podem ser ajustadas na altura e as cadeiras possuem design diferenciado.

Os armários, para ocuparem menos espaço, possuem portas de correr, e não mais aquelas de abrir e fechar para fora. O interior das estantes também pode ser modificado de acordo com a necessidade, pois as prateleiras passam a ser móveis. Não é demais?

Saúde do colaborador

O design especial e a ergonomia dos móveis corporativos também contribuem para o bem-estar e a saúde do colaborador. As queixas referentes a dores lombares, de coluna e posturais diminuem consideravelmente e a produtividade só tende a aumentar.

5. Recursos sustentáveis

A preocupação com o meio ambiente está cada vez mais forte atualmente, e quanto mais for possível minimizar esse impacto, melhor para as gerações futuras.

A sustentabilidade é um forte conceito nas tendências de decoração para ambientes corporativos. Um exemplo prático deste conceito é a utilização de lâmpadas de LED, pois além de possuírem maior vida útil, produzem energia de forma mais eficaz.

Segundo dados de pesquisas a luz incandescente pode durar até 1000 horas e a fluorescente cerca de 10 mil, enquanto o LED consegue funcionar por até 50 mil horas, reduzindo drasticamente os gastos com trocas de lâmpadas.

Para evitar o desperdício e estimular o uso consciente da água, adotar torneiras e descargas ecológicas também são maneiras de contribuir com a sustentabilidade do planeta.

6. Espaços de convivência

Quanto mais confortável e prazeroso for o local de trabalho, consequentemente, mais produtivo ele também será. Há uma forte tendência atualmente de construção de áreas de recreação e espaços de convivência nas empresas, em que os colaboradores podem ter um momento de descanso e também de lazer, com salas de jogos, lanchonete e cafeteria, quadras esportivas, ambientes de leitura e até cinema.

Algumas empresas, mais modernas e descoladas, possuem até quartos para quem quiser tirar um cochilo no meio do expediente, com frigobar, banheiro com ducha e camas super confortáveis. Quem é que não quer trabalhar em um lugar assim?

 

 

Aplicativos para ajudar arquitetos no trabalho remoto

Hoje, muitos arquitetos ou designers de interiores alternam entre dias de batente no escritório e em casa, por isso, os aplicativos evoluem para aproximar mais as pessoas no ambiente virtual.

A competição profissional é feroz, e os arquitetos demandam cada vez mais aplicativos eficientes, rápidas e fáceis para aumentar a comunicação, a produtividade e o bem-estar no trabalho.

Tornou-se ainda mais fácil trabalhar remotamente com a disponibilidade de tecnologias incríveis para nos conectar através de aplicativos.

1) Para conversas em grupo: Slack
Muitos times procuram por uma alternativa ao email, por isso, serviços como o Slack se tornaram tão populares. Por meio da interface do app de mensagens em grupo, as pessoas podem criar espaços para conversar e discutir projetos. Dessa forma, em vez de ter de procurar por uma sequência de emails na caixa de entrada, está tudo em um só lugar, visível a todos.

Prós: Funciona em todos os dispositivos (smartphone, desktops etc.). É possível customizar as notificações, o app permite escolher alertas diferentes para cada conversa.

Contras: A versão grátis tem menos armazenamento. Os planos pagos, normal e plus, são relativamente caros, mas permitem ligações de áudio e vídeo.

2) Para conferências: Fuze
O app, alternativa ao Skype (grátis) e ao WebEx (pago), oferece uma única plataforma para conferências em vídeos, ligações e mensagens de texto. Com uma experiência unificada de desktop e mobile, reuniões e qualquer comunicação estão disponíveis em todos os dispositivos.

Prós: Útil para empresas de qualquer porte. O Fuze atende também a funcionários globais, remotos ou em campo, ao oferecer ligações locais em qualquer lugar. As reuniões com menos de 25 participantes são grátis.

Contras: Não manda lembretes ou emails, então, o usuário deve mandá-los manualmente para os outros participantes da reunião.

3) Para planejamento de projetos: Basecamp ou Teamwork
Softwares para gerenciamento de projetos, como os populares Basecamp e Teamwork Projects, tem se tornado essenciais nas indústrias de serviços criativos. Projetados para ajudar as equipes a realizar tarefas e a cumprir os prazos, ambas as ferramentas oferecem rastreamento de atividades, gerenciamento de tarefas, listas de atividades, comentários, conversas e um calendário interno.

Prós: O Basecamp tem uma interface mais simples e intuitiva, enquanto o Teamwork tem mais recursos, como gráficos de Gantt e relatórios, e é melhor para organizações maiores ou em crescimento.

Contras: A interface do Teamwork é mais complexa e pode ser confusa para os usuários. O Basecamp não oferece recursos como gestão de tempo.

CES 2018: confira alguns lançamentos na maior feira de tecnologia do mundo

De airbags para quadris de idosos a TVs que enchem uma parede, os aparelhos exibidos na CES 2018 em Las Vegas – EUA podem ser estranhos, curiosos, aspirantes a sonho de consumo de alguém e até por que não, pouco úteis.

‘The Wall’

A TV gigante, de 146 polegadas, da Samsung é formada por micropainéis de LED. Na verdade, o televisor é um combinação de várias telas menores, que também podem ser usadas individualmente.

TV superfina

A TV OLED W8, da LG, é uma evolução de sua linha de aparelhos superfinos. Tem espessura de 2,6 milímetros, como sua antecessora. Mas dessa vez é equipada com a plataforma de inteligência artificial ThinQ, que permite receber comandos de voz, e um novo processador, capaz de exibir imagens com maior qualidade. Além de já ser espertinha, a TV recebe uma ajudinha do Google quando a tarefa é fazer buscas em serviços na internet.

TENHA UM CINEMA EM CASA COM AS SOLUÇÕES EM HOME THEATER DA SMART.TOUCH. EM SANTOS LIGUE PARA AGENDAR UMA VISITA EM NOSSO SHOWROOM  (13) 4106-0578

 

Cão robô

Ele é um simpático robô autônomo em forma de cachorro, feito pela Sony. Dotado de inteligência artificial (canina), ele reconhece seus donos e entende como interagir com cada um deles. Por estar continuamente ligado à nuvem da empresa japonesa, o Aibo continua aprendendo com suas experiências e com a de outros Aibos pelo mundo. Começou a ser vendido em outubro de 2017 apenas no Japão e sua aparição na CES 2018 foi a primeira viagem para fora do país asiático.

Airbag para idosos

Os franceses da Helite criaram um cinto com airbag voltado para idosos a fim de minimizar os impactos de queda. As bolsas de ar se inflam assim que “percebem” que o dono do cinto está prestes a cair. Isso ocorre porque o acessório está equipado com acelerômetro e giroscópio, dois componentes que são amplamente usados em smartphones e detectam mudanças de posição, movimentos bruscos e alterações de direção. Um software usa essas informações para identificar se caracterizam uma queda. Alexandre Quarrey, gerente de pesquisa da empresa, explicou que escolheram proteger o quadril de idosos, em vez de outras partes sensíveis como joelhos, porque fraturas nessa parte do corpo costumam demorar para se recuperar e impedem que o paciente tenha uma vida autônoma.

Quais as duas melhores câmeras 360 graus do mercado

O mundo da foto e do vídeo ganhou uma nova possibilidade estética com as câmeras 360 graus, que permitem o registro de tudo o que está ao redor, tanto na horizontal como na vertical. Para ver todos os ângulos da foto/vídeo, basta mover a imagem para a direção desejada, seja com os dedos, seja movendo a cabeça, no caso do uso de óculos de realidade virtual. Já existem muitas opções de câmeras 360 graus. Em geral, o que diferencia o gadget de uma versão tradicional é o tamanho menor e a ampla gama de montagens oferecidas na hora da edição.

Qual a melhor?

Para descobrir qual é a melhor câmera 360 graus, além de testar a facilidade de uso e a qualidade da imagem e ver os resultados em computadores, dispositivos móveis e óculos de realidade virtual feitos de papelão, foi observado o processo pós-captura: edição em apps dedicados a isso e compartilhamento em redes sociais como Facebook, YouTube e outras plataformas que suportam a visualização.

A melhor escolha escolha: Theta S

A Theta S é uma das câmeras de 360 graus mais fáceis de usar do mercado, graças a seus ícones de status claros e ao conforto no manuseio. Ela permite modos de captura mais avançados, mas, na maioria das vezes, utilizá-la é muito fácil. Por meio de uma rede Wi-Fi, é possível ajustar as configurações de captura e iniciar a filmagem remotamente de um dispositivo iOS ou Android.

A Theta S utiliza dois sensores de 12 megapixels pareados com lentes de 240 graus ultrawide para criar cenas em 360 graus tanto no eixo horizontal quanto no vertical. A câmera captura praticamente tudo ao redor e une as imagens produzidas por cada lente em uma imagem de 14 megapixels ou vídeo de 1080p perfeitamente integrados. O resultado é tecnicamente ainda uma imagem plana mas, quando vista no app Theta S ou em algumas plataformas como Facebook, YouTube e Flickr, o efeito é o de estar em pé no meio da cena.

Pós-captura

A própria natureza das imagens em 360 graus significa que alguns passos de edição precisam ser seguidos para que os resultados sejam melhor observados. As imagens em si são apenas arquivos em JPEG e MP4, salpicados com um pouco de metadata que os identifica como vídeos 360 graus que precisam ser tratados de uma maneira especial em um app ou nas redes sociais.

Primeiramente, é preciso extrair os arquivos da câmera. O aplicativo da Theta S transfere os dados via Wi-Fi. Para vídeos, isso pode levar um tempo maior, consumir muito espaço de armazenamento no smartphone, se esse for o destino das imagens. Nos testes, copiar um vídeo de um minuto e dez segundos (135 MB) via WiFi para um iPhone 7 levou três minutos e 46 segundos. Ao plugar a câmera em um computador via USB, o tempo caiu para rápidos 18 segundos.

A configuração da rede Wi-Fi foi por meio de um iPhone. Durante o teste, não houve problemas de conexão.

Para donos de Samsung: Samsung Gear 360

A Samsung Gear 360 (2017) teria sido a melhor primeira escolha se não fosse por sua compatibilidade limitada. O modelo revisto agora funciona em iPhones com certas limitações, mas para a funcionalidade completa é preciso ter um dos celulares da Samsung. A Gear 360 (2017) oferece melhor resolução de imagem do que a Ricoh Theta S, incluindo captura de vídeo em 4K, em um design completo em duas lentes que permite alterar as configurações e os modos de captura com botões na câmera, sem um smartphone conectado.

Uma abertura para cartão microSD, em vez de uma memória interna, significa que é possível trocar por outros quando necessário, porém, a câmera não vem com um cartão, então, é preciso comprar um à parte.

 

Automação Residencial agrega valor ao seu projeto de arquitetura ou design de interiores

A importância do design de interior e arquitetura tem crescido bastante nas residências brasileiras e a automação se aproxima para reforçar isso.Cada vez mais a população está usufruindo de sua própria residência para o lazer. Isso faz com que o investimento do usuário em estrutura, decoração e equipamentos para o conforto do lar se torne cada vez mais prioritário. Essa demanda aumenta proporcionalmente à medida que a idade e o número de membros na família aumenta.

agregue valor ao projeto arquitetônico

A sociedade está em transformação. E a residência deve acompanhar tais mudanças para seu benefício. A busca pelo bem estar é constante para as pessoas principalmente quando aliado à segurança e ao conforto. O designer ou arquiteto é responsável por edificar cada momento social do usuário viabilizando as necessidades técnicas, funcionais e estéticas de cada ambiente.

Portanto para desenvolver um projeto de design de interiores, o profissional harmoniza, em um determinado espaço, móveis, objetos e acessórios, procurando conciliar conforto, praticidade e beleza. Porém, é necessário ao profissional muito estudo em cada serviço e ainda inovar suas competências. O profissional deve fazer uso das melhores estratégias para manter-se em sintonia com as demandas do mercado de trabalho e do público, tendo em vista o crescimento e a diversificação das atividades ligadas ao design de interior e arquitetura.

A velocidade de lançamentos de novas tecnologias, a grande variedade de produtos e a intensificação da concorrência têm gerado a necessidade de investir em novos conhecimentos aos profissionais. A automação se apresenta como uma ótima ferramenta para fazer esse diferencial e agregar valor ao serviço, pois além de incorporar tecnologia ao projeto a automação residencial irá salientar ainda mais cada detalhe da decoração, do projeto arquitetônico, de iluminação e principalmente a sensação de conforto de tudo isso para o cliente.

Benefícios da automação residencial para seu cliente:

Conforto e Praticidade

  • Controle de todas as funcionalidades da residência de um só dispositivo (Smartphone, tablet ou interruptor).
  • Controle através de cenas
(acionamento conjunto de equipamentos).
  • Efeitos luminotécnicos.

Segurança

  • Controle de acesso
(histórico de acesso à residência).
  • Visualização de câmeras pelas interfaces (Tablets e Smartphones).

Sustentabilidade

  •  Diminuição da ilha de calor, do efeito de tempestades e poluição luminosa.
  •  Reuso da água
  •  Diminuição do consumo de energia por gestão 
do consumo – monitoramento e atuação
  •  Qualidade interna do ambiente

CONHEÇA AS SOLUÇÕES EM AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL DA SMART.TOUCH. SOLITICE ORÇAMENTO

Aos arquitetos e designers cabe a responsabilidade de projetar e edificar o ambiente habitado pelo ser humano, isto é, materializar espacialmente a cultura, a história e a necessidade do usuário para seu ambiente. Neste sentido, a automação surge para dar maior dinâmica e personalização ao projeto de acordo com o dia a dia do usuário. A automação não é produto, mas uma forma de agregar a praticidade e a atuação orgânica do residente à habitação.
A casa passa a atuar de acordo com os hábitos de cada pessoa.

Para realizar um projeto de automação é necessário à contratação de um especialista da área, o integrador de sistemas. Sua formação provém de uma grande variedade de áreas de conhecimento e diferentes experiências. O integrador deve oferecer opções de acordo com o perfil do usuário, apresentando as melhore soluções. Normalmente o designer ou arquiteto estrutura uma parceria duradoura com a empresa de automação, pois o integrador é uma peça importante no projeto de elétrica, rede e home theater da residência.

A cada dia a automação ganha novos adeptos. Em parte pela redução do custo dos equipamentos, mas principalmente pelos benefícios que a automação residencial gera aos profissionais de arquitetura, design de interior e, claro, os clientes usuários. Portanto, invista neste conhecimento para multiplicar os benefícios de seu serviço em prol do bem estar de seus clientes.