Filmes da Netflix para maratonar no Carnaval 2020

Carnaval 2020 se aproxima e com ele a programação especial de bloquinhos e festas. No entanto, os que não gostam do agito da data já começam a procurar opções de entretenimento para fugir da bagunça. E nesse quesito, um bom filme pode se tornar a grande atração do dia.

Como será a casa inteligente do futuro?

A evolução da Internet das Coisas (IoT) deve causar o próximo grande impacto no dia a dia das pessoas. É por meio do avanço desta tecnologia que será possível deixar a casa inteligente, com objetos e eletrônicos cada vez mais práticos, funcionais e autossuficientes. Ou seja, além dos smartphones e computadores pessoais, outros dispositivos poderão identificar padrões, processar informações e executar tarefas com apenas um (ou nenhum) clique.

Hoje já podemos encontrar muitos equipamentos e soluções de automação residencial ou conectados e integrados à aplicativos, mas a tecnologia está convergindo para produtos no estilo ‘do yourself’ ou ‘plug and play’ – ou seja, você mesmo instala e em poucos minutos já está pronto para usar. A ideia é precisar de pouca infraestrutura para usufruir dos benefícios de uma casa inteligente. Basta apenas ter uma casa preparada para a IoT, com uma excelente conexão à internet.

Curioso para saber como será a casa inteligente daqui a alguns poucos anos? Vamos listar algumas tendências que estão por vir e que você poderá ter na sua casa.

Como será a casa inteligente do futuro?

Como será a casa inteligente do futuro?

Como já falamos, com a evolução da IoT, os grandes projetos de automação residencial não serão mais o foco. A Internet das Coisas veio para facilitar a instalação e o uso e, claro, ser muito mais acessível (em termos de custos de infraestrutura) a todos os usuários.

Além da praticidade e intuitividade de utilização dos dispositivos, há muitos outros atrativos da automatização. Podemos destacar o conforto e a segurança. Pela conexão à internet e dotados de “inteligência”, os objetos, eletrônicos e eletrodomésticos estarão integrados e “conversando” entre si para tornar nossa vida mais fácil. Um exemplo: quem não gostaria de programar a cafeteira pelo celular para ter café quentinho e pronto assim que chegar em casa? Ou então poder abrir a porta, mesmo sem estar em casa e com segurança, para seu empregado doméstico?

Outra vantagem é a economia. Podendo controlar diversos sistemas remotamente, o usuário só vai ligar aquilo que precisa e na hora que quiser. É possível comandar as luzes, o ar-condicionado, a potência da geladeira, o uso da máquina de lavar roupa, entre outros.

O que está por vir

Lâmpadas inteligentes

Controladas por aplicativos de celular, as lâmpadas inteligentes permitem criar cenários de iluminação com variadas cores e intensidades. Também podem ser programadas para apagar e acender em horários pré-determinados, inclusive à distância. Além de conforto e economia, contribuem com a segurança, já que se pode programar o acendimento quando estiver viajando ou logo antes de chegar, dando a impressão que há alguém em casa.

Como será a casa inteligente do futuro?

Controle de acesso

As fechaduras também serão controladas remotamente, permitindo que se tranque e destranque portas através do celular, além de autorizar a entrada de pessoas – amigos, familiares e prestadores de serviço – com segurança, apenas em dias e horários programados e podendo visualizar sua entrada e saída. Caso alguém tente entrar sem autorização, o sistema envia um alerta diretamente para o celular do dono.

Os portões da garagem ou do lado de fora de casa também seguem o mesmo princípio. Podem ser acionados remotamente ou por proximidade. Um aplicativo ou uma assistente pessoal virtual vai monitorar sua rota diária e “perguntar” quando estiver chegando se você deseja abrir o portão para logo entrar.

Como será a casa inteligente do futuro?

Assistentes virtuais

Já que falamos em assistentes pessoais pelo celular, há também a versão para a casa. Também são ativados por comando de voz e serão cada vez mais utilizados pois ganharão ainda mais utilidade: serão capazes de auxiliar nas tarefas domésticas, como atualizar a lista de supermercado de acordo com os itens na geladeira, tocar uma determinada música, ligar e desligar outros aparelhos da casa etc.

Sistemas de segurança

A segurança também será facilitada. Interligados ao controle de acesso, as câmeras de monitoramento e sistemas de alarme com sensores de presença e de abertura de portas e janelas garantem a visualização à distância e acesso apenas a quem for autorizado.

As câmeras internas ainda ganham versões portáteis para serem dispostas por diferentes cômodos e ajudar a monitorar bebês, idosos, pessoas com deficiência e pets. Você ainda pode, por exemplo, confirmar se seu filho chegou em casa no horário após a escola e se havia alguém com ele. O sensor de presença pode enviar uma notificação ao seu celular e você logo verifica, por ali mesmo, as imagens.

Telas multiuso

Esqueça o antigo espelho. Daqui a pouco anos você poderá ver sua imagem refletida em telas multiuso. Na versão mais básica, elas ganham também um fundo parecido com o de um celular ou de uma smart TV, e são capazes de mostrar feeds de notícias, vídeos e outras informações. Já as mais desenvolvidas podem ainda ter funções específicas, como por exemplo, o Hi Mirror, que avalia a pele e dá dicas de cuidados.

Eletrodomésticos mais inteligentes

Máquina de lavar roupa ou louça, cafeteiras, geladeiras, fornos. Com dispositivos inteligentes, vários eletrodomésticos poderão ser programados remotamente e farão tudo automaticamente. Ou seja, pode-se acionar tudo pelo smartphone, o que traz comodidade para o dia a dia de qualquer pessoa. E alguns deles já serão até interligados a redes de prestadores de serviço, como por exemplo supermercados. Pode-se cadastrar uma lista de produtos e assim que estiverem acabando, a geladeira envia a lista para o mercado, que se encarrega de entregá-los.

SALAS DE REUNIÕES AUTOMATIZADAS: CONHEÇA 3 NOVIDADES!

As salas de reuniões automatizadas oferecem a mais recente tecnologia para reduzir a falta de produtividade das empresas, dando ao seu negócio as ferramentas necessárias para facilitar a criação de apresentações impressionantes, mais eficientes e efetivas.

Em primeiro lugar, a automação de ambientes fornece uma interface de usuário simples, que todos os funcionários poderão controlar. Essa prática utiliza equipamentos de controle — normalmente sem fio — montados na estrutura física das salas a fim de controlar vários recursos, como o Data Show, quadros inteligentes, ar-condicionado etc.

Por meio da automação, as reuniões podem começar a tempo e fluir ininterruptamente. Por isso, separamos 3 novidades para os próximos anos relacionadas às salas de reuniões automatizadas. Confira!

 

SALAS DE REUNIÕES AUTOMATIZADAS

Controle total por dispositivos móveis

Os sistemas de automação de salas permitem que todas essas tecnologias funcionem em uníssono e sejam controladas por meio de um único dispositivo.

A automação de salas típica utiliza dispositivos móveis de telas sensíveis ao toque para abrir e fechar as persianas das janelas quando apropriado, controlar a iluminação fraca, ajustar o termostato, iniciar e terminar uma conferência ao vivo e dar aos funcionários a capacidade de compartilhar rapidamente informações do seu dispositivo na tela interativa instalada na sala.

Sistemas de PoE

Esses sistemas sem fio são capazes de reduzir o tempo e as despesas de instalação de cabos dos equipamentos. Os cabos de rede demandam muito auxílio para serem ajustados e podem ser localizados em qualquer lugar. Sendo assim, os equipamentos necessários para as reuniões não precisarão estar ligados a uma tomada elétrica.

Dispositivos como câmeras e ar-condicionados podem ser localizados onde são mais necessários e reposicionados facilmente — caso seja preciso. A entrega de POE é inteligente e projetada para proteger equipamentos de rede de sobrecarga, underpowering ou instalação incorreta para evitar imprevistos durante as reuniões.

SALAS DE REUNIÕES AUTOMATIZADAS:

Internet das Coisas (IoT)

A IoT disponibilizaria o status de sala de conferências em tempo real. Assim, as equipes podem planejar seus encontros de forma eficaz e otimizar a agenda do escritório, evitando um tempo de espera desnecessário.

Às vezes as equipes reservam salas de reuniões mas nunca comparecem. Essa solução faria uma verificação em tempo real caso a sala não esteja ocupando o tempo mínimo estabelecido e, assim, declara que o status está disponível. Dessa forma outra equipe pode usar essa sala.

Frequentemente as reuniões superam o tempo planejado e, inconvenientemente, a sala é considerada ocupada durante todo o tempo planejado. A Internet das Coisas dispõe um status em tempo real, que ajuda a evitar a espera desnecessária para outras equipes que desejam usar a sala de reuniões.

Diante disso, salas de reuniões automatizadas mostram aos seus clientes, funcionários e parceiro que a empresa está comprometida com a qualidade e com a eficiência da comunicação. Seu investimento nessas tecnologias é capaz de melhorar os relacionamentos construídos em reuniões e aumentar a produtividade dos inúmeros compromissos que consomem uma quantidade significativa de tempo dos funcionários.

SALAS DE REUNIÃO INTELIGENTES: VEJA AS INOVAÇÕES QUE VOCÊ JÁ PODE INVESTIR!

O sucesso de uma organização está diretamente ligada à sua eficiência. Quanto menos tempo é desperdiçado no momento da produção, mais retorno ela dará. O mesmo vale para reuniões, quanto mais produtivas elas forem, melhores resultados apresentarão. Uma forma de garantir essa otimização é investindo em salas de reunião inteligentes.

Para assegurar essa melhoria no momento de reunir a equipe interna, ou mesmo receber e causar a melhor impressão nos clientes, há várias tecnologias que precisam ser consideradas. Foi-se o tempo em que apenas uma mesa com várias cadeiras em volta, uma tela e um datashow eram suficientes.

Nos dias atuais, é necessário aproveitar as novas tendências e tecnologia para garantir o melhor aproveitamento desses momentos importantes para as organizações, observando como está o mercado e garantindo que tudo sairá de acordo com o planejado.

Para esse sucesso é fundamental que as empresas tenham uma boa sala de reuniões, responsivas, funcionais e que apresentem soluções ideais para os participantes. Confira as principais inovações para as reuniões que listamos a seguir!

Tela

A sala de reuniões está cheia e nem todos conseguem ver claramente a tela de projeção. A cena é mais comum do que se imagina e uma forma de solucionar esse problema é fazendo uso de telas para projetar as informações.

Com elas, todos têm acesso às informações repassadas, de forma clara e com boa visibilidade. Além disso, há no mercado projetores interativos, que dispensam o uso do quadro para apresentações e podem ser manuseados apenas com o toque ou com caneta digital.

Mais acessibilidade

Cada vez mais as pessoas preferem usar seus smartphones, tablets ou laptops pessoais para o trabalho. Conhecida como BYOD (Bring Your Own Device), a medida vem se tornando comum nas organizações e deve ser encarada como benéfica ao trabalho.

O uso dos equipamentos pessoais facilita a apresentação de dados ou planilhas nas reuniões, mas é necessário que haja conectividade entre os aparelhos e os projetores via Bluetooth ou Wi-Fi. Para isso, não abra mão de investir em equipamentos que permitam essa conexão de forma rápida e facilitada, para que no momento mais importante da reunião não seja necessário chamar o técnico da TI para fazer a tela funcionar.

Na palma da mão

Assim como muitos preferem usar seus equipamentos pessoais para o trabalho, invista no compartilhamento de arquivos nos serviços em nuvem. Dessa forma, todos que têm permissão de acesso podem visualizar os arquivos, sugerir edições ou, até mesmo, inserir novas ideias.

O uso desse tipo de serviço também permite maior agilidade e eficácia durante as reuniões, evitando aqueles incômodos processos de copiar arquivos em pendrive ou tentar acessar a rede da empresa para mostrar os dados daquela planilha.

Além disso, empresas como Google Drive, Dropbox e One Drive têm investido maciçamente em segurança para evitar que pessoas não autorizadas tenham acesso.

Invista no audiovisual

Imagine aquela reunião perfeita, no tempo certo, envolvendo várias pessoas presenciais e via conferência. Pode parecer um sonho, mas é uma realidade mais fácil de ser alcançada do que se pensa, mas para isso é necessário investir na melhoria audiovisual de sua sala de reuniões.

Além disso, ao adquirir equipamentos próprios, deixa de existir a necessidade de aluguel e toda a burocracia e preocupação que envolvem o serviço, já que não é possível saber ao certo se o que você realmente precisa será entregue. Nesse sentido, considere adquirir os melhores equipamentos.

Como vimos até aqui, uma sala de reuniões perfeita garante maior produtividade para uma empresa, reduz tempo das reuniões, otimiza seus resultados e, ainda, dá a melhor impressão ao seu negócio perante colaboradores e clientes.

 

Equipamentos que não podem faltar na sala de videoconferência

Uma sala de videoconferência, ainda que adaptada de uma sala de reunião convencional, é uma grande carta na manga das empresas que prezam por sua praticidade, economia e agilidade.

Com equipamentos e sistemas de todos os tipos e que, consequentemente, se encaixam em todos os bolsos, até mesmo os menores escritórios podem contar com a facilidade de realizar palestras, cursos, reuniões e outros eventos, sem que seus membros tenham que se deslocar fisicamente.

Embora não seja necessário contar com um sofisticado aparato tecnológico para fazer e receber transmissões, é importante que a companhia preze pela qualidade da videoconferência. Dessa forma, evitar soluções improvisadas é uma das regras a serem seguidas.

 

6 Equipamentos que não podem faltar na sala de videoconferência

Seja desktopnotebook ou até mesmo tablet, o computador é peça central da videconferência, tanto para transmissões/gravações realizadas diretamente por ele, quanto para gerenciar sistemas próprios desse tipo de operação.

 

Equipamentos que não podem faltar na sala de videoconferência

Grande parte das videoconferências se destina não apenas a uma ou duas pessoas, mas a um maior número de membros da equipe. Portanto, é essencial contar com telas de projeção ou monitores de TV, ao invés de fazer tudo por meio de um pequeno monitor.

 

 

Para que as projeções sejam possíveis, este é um elemento insubstituível. Sua utilização deve ser prática e sua disposição tem de evitar possíveis sombras geradas pelos ocupantes.

 

Equipamentos que não podem faltar na sala de videoconferência

Há diferentes modelos de microfone que podem ser instalados em salas de videoconferência. O importante é que eles possuam uma boa captação e possam ser ajustados conforme as preferências dos usuários.

 

 

Equipamentos que não podem faltar na sala de videoconferência

Para poder realizar suas próprias transmissões a organização necessita de uma ou mais câmeras de qualidade posicionadas em locais estratégicos.

 

Além da acústica do ambiente, o sistema de som precisa garantir um áudio limpo, equilibrado e agradável.