Dica da Arquiteta Carla Felippi: Copa do Mundo 2018- home theater é a estrela da casa

Ainda dá tempo de ter o seu home theater para a Copa do Mundo 2018. Quem abriu mão de estar no estádio ou não conseguiu ingresso para os jogos da Copa do Mundo da Russia não precisa deixar de torcer pela Seleção Brasileira ou pelo time do coração. Se não quiser se arriscar também pelos bares e restaurantes da cidade, nada como investir no aconchego, segurança e estrutura de um home theater bacana, para não perder nenhum lance, seja de Neymar, Cristiano Ronaldo ou Messi.

A arquiteta da Carla Felippi  avisa que a primeira preocupação é com uma aparelhagem de qualidade e bem estudada na sua disposição. Ela destaca que é preciso ficar atento quanto à posição das caixas de som (para que reverbere por todo o ambiente de forma correta), posicionamento da TV (se o modelo for de LED, é preciso atenção por causa do reflexo, por isso, se possível, use blackout na janela) e isolamento acústico. “É importante revestir a parede para absorver o som, de preferência com madeira. Mas há outros produtos macios, com altos e baixos relevos, como cerâmicas e cimentícios. Eles podem aparecer na parede de fundo ou teto.” A arquiteta Carla Felippi indica ainda o uso de tapetes de qualidade, que vão ajudar no isolamento e proporcionar conforto.

Outro item fundamental para o conforto de seu Home Theater são estofados especiais. Carla recomenda “estofados retráteis, que têm caráter convencional e que, na hora do jogo, o acento pode se transformar em chaise. Ou mesmo o modelo de encosto retrátil, que quase deita, para quem gosta de mais conforto ainda. Outra aposta certa é o pufe, usado como mesa de centro. “É funcional e prático.”

PROJETO DE HOME THEATER PARA A COPA DO  MUNDO 2018. SOLICITE ORÇAMENTO

Marcos Rabelo da Smart.Touch Automação – empresa especialista em Home Theater lembra que desenvolver um projeto de home theater ou sala de TV é a melhor escolha. Ela ressalta a importância dos acabamentos e acessórios para conferir elegância ao ambiente.

Para Carla Felippi, o principal  em um home theater é o conforto. Por isso, nuances diferentes de tons neutros na base são a melhor escolha. “Cor, só nos adornos e móveis pontuais para manter a sofisticação. Mantas coloridas, baldes de pipoca, uma poltrona de cor viva, mesinhas de laca colorida.  As cores são para compor.” Ela destaca um hack de linha baixa para deixar o espaço mais leve e o painel preto para a TV, que vai fazer a tela sobressair, se ligada, e desaparecer quando o aparelho estiver desligado. “Preto é elegante e, com o cinza, é o contraponto ideal.” A arquiteta enfatiza o cuidado com a iluminação. “Tem de ser indireta e com a função de realçar as texturas da madeira ou dos tecidos e trazer conforto visual.”

LEIA TAMBÉM:  JOGOS DA COPA DO MUNDO 2018 SERÃO FILMADOS EM 4K

AVANÇOS NO HOME THEATER PARA ASSISTIR A COPA DO MUNDO DA RÚSSIA

Tecnologias avançadas garantem som e imagem quase reais e traduzem toda a emoção que só um jogo da Copa do Mundo da Rússia pode proporcionar. Já imaginou assistir ao jogo ouvindo apenas o som da torcida? Ou então dar zoom para ver de perto um jogador? Tudo isso já é possível. Telão, cortinas que se fecham sozinhas, luzes que se adaptam à programação da TV e ar-condicionado integrado aos comandos de cenas. O equipamento completo para criar um ambiente .  Marcos Rabelo , diretor da Smart.Touch, empresa especializada em tecnologias integradas e parceira da Control4 explica que, para quem quer viver a sensação de ter um estádio em casa, o primeiro passo é pensar em um telão  sincronizado com um home theater de qualidade. “Assistir aos jogos em uma tela gigante é muito mais emocionante do que fazer isso em qualquer TV de alta definição.” Para receber o telão, é preciso que o ambiente permita que o projetor esteja a uma distância mínima, definida de acordo com o tamanho da tela. Outro requisito é o controle da iluminação da sala de TV, “uma das maiores demandas”, ressalta Marcos

Carla Felippi

Arquiteta

 

Tela de projeção para home Theater permite maior brilho e contraste até de dia!

Muitos clientes nos perguntam sobre se a claridade não interfere nas telas de projeção par o home theater. Até um tempo atrás havia esse problemas, mas hoje existem telas de projeção para home theater  que são capazes de rejeitar até 85% da luz ambiente em planos horizontal e vertical, mantendo amplo ângulo de visão

 

Segundo Marcos Rabelo – Diretor técnico da Smart.Touch Automação – empresa especializada em home theater a sistemas de automação residencial em Santos, ” essas telas recebem uma película especial, além disso, restringe a dispersão de luz criada pelo projetor, para evitar distorções de cores criadas por reflexões nas paredes, teto, móveis ou objetos que normalmente voltam para a imagem – a menos que a sala seja dedicada com paredes totalmente pintadas em preto fosco. É possível curtir de filmes e jogos com todas as luzes acesas, sem prejudicar a qualidade de brilho, contraste e cores reproduzidas pelo projetor” afirma

Disponível em tonalidades branca, cinza e negra (para nível de preto mais intenso), as telas de projeção para home theater são  encontradas em diferentes formatos wide, como 16:9, 16:10, 2.35:1 e 2.40:1, inerentes a três linhas de instalação fixa em tamanhos variáveis até 150”. Há modelos  com desenho avançado de borda mínima e a possibilidade de montagem de circuito de leds (opcional) na parte posterior, a fim de passar a impressão de um belo (e grande) TV de última geração.

 

O que é um sistema de áudio e vídeo multizonas?

Imagine poder centralizar todos os equipamentos de áudio e vídeo em um único ambiente de sua residência, podendo ter o áudio e vídeo desses equipamentos enviados para os demais ambientes facilmente com simples comandos em seu iPad ou iPhone.
Imagine, também, poder ouvir as suas músicas preferidas ou poder enviar seus vídeos preferidos para qualquer ambiente de sua residência apenas com alguns comandos em seu iPad ou iPhone, sem a necessidade de conecta-los fisicamente em nenhum outro equipamento.

Um sistema de áudio e vídeo multizonas caracteriza-se pela possibilidade de se ter a mesma ou diferentes músicas e videos (ambientes com TV) em ambientes distintos, de forma simples e com alta qualidade.

Utilizando este tipo de sistema, é possível ter todos os equipamentos (receivers, matrizes, aparelhos de blu-ray, decoders de tv por assinatura, Apple Tvs, etc.) em um único móvel e em um ambiente a parte que será a central de equipamentos da residência. Dessa forma, não existe a necessidade de termos móveis especificos para equipamentos nos ambientes contemplados pelo sistema de áudio e vídeo multizonas (multiroom). Esses ambientes se tornam muito mais “clean” pois os unicos equipamentos nesses ambientes são as caixas acústicas embutidas no teto ou parede e a TV.

A Smart.Touch desenvolve para seus clientes projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo personalizados e customizados, seja qual for seu estilo.

Focados na facilidade de uso, rapidez de resposta e qualidade sonora e visual, a Smart.Touch oferece a cada um de nossos clientes os melhores e mais completos sistemas multizonas de áudio e vídeo do mundo. Cada um com características voltados ao perfil de cada cliente. Em cada um dos sistemas pode-se utilizar caixas acústicas embutidas, Apple Airplay Music Systems ou sistemas de áudio locais. Todos com alta qualidade sonora e facilidade de uso.

Valorize sua casa com a iluminação correta

A iluminação correta pode transforma qualquer ambiente. Ela é responsável pela nossa primeira impressão e é ela também que nos traz a sensação de conforto visual. Para definir um projeto de iluminação , o primeiro passo é escolher qual será a proposta para o ambiente. Apenas com luzes diferentes, a mesma sala pode ganhar ar romântico, intimista, alegre ou aconchegante. No entanto, erros de iluminação podem ser fatais. Por isso convidamos a arquiteta Mariko Yamauti  para dar algumas dicas de como se pode valorizar cada ambiente da sua casa

Iluminação correta: a luz certa para cada cômodo

Hall de entrada
Devem ser iluminadas de forma que causem uma boa primeira impressão. A atmosfera deve ser convidativa e aconchegante. Pontos de luz difusos podem exercer um bom papel. Mas não necessariamente no hall de entrada a luz precisa ser difusa… principalmente quando se trata de um Hall privativo, ressalta Marikp


Sala de Estar
Como é o cômodo onde as pessoas passam a maior parte do tempo, a luz deve ser confortável aos olhos e, ao mesmo tempo, possibilitar uma conversa entre amigos ou o entretenimento com a televisão, caso haja uma no cômodo. Para a Mariko Yamauti” A luz pode ser focada nas áreas de leitura ou lazer, como jogos e outros hobbies. Spots instalados estrategicamente dão charme a obras de arte e objetos de decoração.”

Sala de Jantar
Pode ser um ambiente bem diversificado, dependendo da atmosfera que o morador quiser criar. Com luzes baixas, ganha um ar romântico, enquanto se bem iluminada e com pontos de luz focando objetos interessantes, se torna um local ideal para uma reunião de amigos. Lembre-se sempre que o foco principal da iluminação de uma sala jantar está na mesa. No entanto, o projeto de iluminação deve contemplar a sala inteira.

Cozinha
Como se trata de um ambiente de intensa atividade deve ser claro e muito bem iluminado, para facilitar o trabalho e evitar acidentes. O ideal é instalar pontos de luz difusos, com luminárias de no mínimo 60W.

Automação Residencial ajuda a tornar a maior parte dos equipamentos eletrônicos da sua casa automático. Imagine controlar o ar condicionado, a televisão, as luzes, a cortina ou mesmo a irrigação do jardim com alguns cliques no seu iPhone ou no iPad. É a sua casa inteligente com automação residencial. Solicite orçamento


Escritório e área de serviço
Vale a mesma regra da cozinha. Como são áreas de trabalho intenso, devem ser bem iluminadas. Deve-se ter cerca de três vezes mais luz nas superfícies de trabalho do que no resto do cômodo. Para abajures de piso ou mesa de leitura, existem lâmpadas que proporcionam uma boa quantidade de luz sobre as áreas de trabalho. Superfícies de trabalho para passatempos e artes ficam ideais com lâmpadas fluorescentes com elevado índice de reprodução de cor.

 

Quarto
É o local da casa onde a iluminação deve ser mais confortável. Para a iluminação geral, existem lâmpadas que iluminam totalmente o quarto quando aplicadas nas luminárias do teto. A iluminação indireta, feita por luminárias de parede ou teto, pode ser usada para produzir uma luz suave para leitura na cama, por exemplo.

Banheiro
A iluminação do banheiro deve ser suave e agradável, mas luminosa o suficiente para facilitar a maquiagem, barbear, depilação ou pentear os cabelos. Do contemporâneo ao tradicional, a iluminação deve destacar o visual do banheiro e o seu visual pessoal.

 

Mariko Yamauti | Arquiteta

Arquitetura e Interiores

13 3473-8076 | 13 97415-1151

COMO CRIAR EFEITO ACONCHEGANTE COM ILUMINAÇÃO INDIRETA

A iluminação indireta, seja do tipo que for, cria sempre um efeito aconchegante nos ambientes.

O que é a iluminação indireta e por que é agradável

luminação indireta é, por definição, aquela em que você só vê onde a luz incide, e não o ponto de onde a luz vem. A sensação é então bem mais confortável do que se a vista estivesse ofuscada por uma luz voltada diretamente na sua direção.

A iluminação indireta tende a ser mais suave do que as luzes gerais. As luzes gerais são feitas para se espalharem em todo o ambiente, e por isso são feitas com lâmpadas mais fortes. Na iluminação indireta, a ideia é focar em partes diferentes do ambiente, por isso são usadas lâmpadas mais amenas em termos de luminosidade. Mas se a intenção for iluminar todo o ambiente apenas com luzes indiretas, também é possível. É só usar uma boa quantidade de lâmpadas até chegar na luminosidade ideal.

Formas de criar iluminação indireta

Existem várias maneiras de fazer iluminação indireta em um ambiente. Todas têm o mesmo efeito intimista e acolhedor gerado pela falta de ofuscamento da vista. O truque é sempre esconder a lâmpada e usar luzes com foco ao invés de lâmpadas de luz geral, que se espalha por todo o ambiente. Veja algumas possibilidades:

  • Iluminação indireta com luminárias

Um dos jeitos mais fáceis de esconder a fonte da luz é usar luminárias que escondam a lâmpada. Podem ser luminárias de parede, conhecidas como arandelas, ou então luminárias de mesa, de piso ou pendentes. O importante é que a lâmpada não fique visível, e que a luz que sai incida diretamente em alguma superfície ou objeto, para ficar perceptível.

  • Iluminação indireta no forro

iluminação embutida

O forro funciona muito bem para esconder as lâmpadas em uma grande área. Ele cria faixas de luz que podem incidir sobre paredes inteiras ou até sobre todo o contorno do ambiente. Basta que exista um forro rebaixado, no meio do ambiente ou nos cantos. Na parte de cima da ponta desse forro podem ser colocadas luminárias fluorescentes tubulares ou então fitas de led embutidas.

O uso da automação de iluminação entrou de uma vez por todas na pauta dos brasileiros, por conta das recentes crises hídricas e energéticas. Mais do que uma questão de economia, atualmente é também uma questão de cidadania e de consciência ecológica, já que os recursos naturais. Consulte a Smart.Touch

  • Iluminação indireta no piso

A iluminação no piso pode também criar o efeito de iluminação indireta. Mas para isso é essencial que ela seja feita com spots direcionáveis e não com lâmpadas embutidas no piso, viradas para cima. Isso porque a lâmpada precisa ficar virada em direção contrária aos olhos de qualquer pessoa, focando apenas em uma parede ou em uma planta, por exemplo. Se a iluminação vier de baixo para cima, em linha reta, a tendência é que ela ofusque muito a vista. E iluminação indireta é o contrário disso.

  • Iluminação indireta nos móveis

iluminação indireta

A luz pode também ficar escondida em peças do mobiliário, como painéis ou estantes. Nesses casos podem ser usadas as fitas de led ou então pequenos spots embutidos. Nos dois casos é importante, para criar a iluminação indireta, que exista algum tipo de saia ou detalhe que esconda a luminária ou a fita de led, para que fique visível apenas o foco de luz.

Qual o home theater perfeito para curtir a Copa do Mundo da Rússia

Todo mundo ama ver um filme, ou aquele jogo de futebol tão esperado da Copa do Mundo 2018 em casa certo? Mas ter uma televisão de ultima geração, com alta resolução e tamanho impressionante nem sempre te levará a ter uma experiência digna de cinema. Algumas pessoas acabam esquecendo de um ponto primordial na hora de buscar o melhor neste entretenimento, a qualidade do áudio. Se você quiser ter um sistema completo, considere um sistema de  Home Theater como algo fundamental.

O que levar em consideração na compra do seu home theater para assistir a Copa da Rússia?

Para a nossa conclusão do melhor modelo disponível no mercado, vamos entender os principais pontos a ser considerado na análise:

  1. Potência: Medido em watts RMS, nos mostra qual o maior range atingido pelo aparelho. Lembramos que quantidade não necessariamente é qualidade. Para uma pessoa que deseja colocar o aparelho em uma sala de 15m2, por exemplo, talvez não seja necessário se preocupar com isso.
  2. Número de caixas (Surround): Em teoria, quanto maior o número de caixas, maior e melhor será distribuído o som. Se por exemplo tivermos um sistema 5.1, teremos 5 caixas e uma central subwoofer, responsável por gerar os sons mais graves.

Conheça os diversos tipos de serviços que a Smart.Touch pode realizar e encontre formas diferentes de trazer a tecnologia, o controle e a comodidade para os seus ambientes.

  1. Bluray: Para algumas pessoas será um diferencial ter um equipamento de leitor de bluray acoplado ao sistema de som.
  2. Avaliação dos usuários: Este ponto também é fundamental em um boa análise pois intrinsecamente conseguimos quantificar aspectos gerais. Em outras palavras: “A voz do povo é a voz de Deus”.
  3. Custo x benefício: A intenção desta análise é classificar os Home Theaters considerados “baratos” mas com uma qualidade considerável

Ambientes corporativos: Tendências de decoração para 2018

Carnaval terminou e, com ele, a promessa de dias melhores tanto na vida pessoal quanto na vida profissional. Começar um novo ciclo é sempre sinônimo de mudança e renovação, não é mesmo? Seja em casa ou no trabalho, o importante é se sentir bem! A decoração de ambientes corporativos é de extrema relevância neste quesito, já que por meio dela é possível organizar os espaços para que proporcionem aos colaboradores bem-estar e conforto no local em que trabalham.

Vamos conferir 6 tendências de decoração para ambientes corporativos que prometem vir com tudo em 2018.

1. Ambientes mais abertos

Para evitar cada vez mais a verticalização da gestão, uma forte tendência que já vem sendo praticada e continua neste novo ano é a adoção de ambientes mais amplos, abertos, espaçosos e unificados.

A figura do chefe em uma sala separada caiu em desuso há bastante tempo e agora os colaboradores ficam todos reunidos em um mesmo local, com possibilidade e facilidade de interação entre eles.  Separe apenas uma sala para reuniões e comunicados importantes com a equipe inteira, caso seja necessário. Ela deve ser ampla e arejada, pois também poderá servir para receber clientes e autoridades.

Mobiliário

As antigas divisórias que segregavam as pessoas foram substituídas por mesas grandes e compartilhadas, capazes de acomodar toda a equipe de trabalho. Em forma de círculo ou dispostos lado a lado, todo mundo divide o mesmo espaço. Os modulados são uma excelente opção para cumprir o propósito, pois podem ser feitos sob medida e de acordo com o gosto e necessidade de cada grupo de colaboradores.

2. Cores neutras

Outro ponto forte para 2018 na decoração de ambientes corporativos é a preferência por cores claras, neutras e em tons pastel. Elas causam uma sensação de conforto para quem tem de ficar muitas horas dentro do mesmo espaço, concentrado no trabalho e nos afazeres do dia a dia.

Uma boa dica é usar a cor do logotipo da empresa para reforçar a marca, mas variando para os tons mais claros na paleta de cores. Assim é possível fixar a marca no imaginário dos trabalhadores e clientes, além de oferecer conforto visual aos que frequentam o espaço.

A aposta

Ano passado o rosa reinou entre os tons claros mais utilizados, mas agora a aposta é uma variação: o cinza rosado. Além dela, os tons suaves de verde e azul serão tendência em 2018. Esqueça os tons fortes e pesados e privilegie a beleza das cores mais pálidas.

A SMART.TOUCH OFERECE SOLUÇÕESCOMPLETAS EM ÁUDIO E VÍDEO PARA SALAS DE REUNIÕES, TAIS COMO MESAS DE SOM, AMPLIFICADORES, MICROFONES, TABLETOP, CAIXAS DE SOM, HOME THEATER, PROJETORES, TELAS DE PROJEÇÃO, CABOS, SISTEMAS ESPECIALIZADOS PARA VIDEOCONFERÊNCIA E SISTEMAS QUE COMANDAM E INTEGRAM ESSES EQUIPAMENTOS.

3. Iluminação natural

Por vivermos em um país tropical, em que o ano todo faz sol em grande parte do Brasil, é possível usar e abusar da iluminação natural na decoração de ambientes corporativos, especialmente se a construção tiver grandes aberturas, como janelas grandes.

A luz natural combinada com cores claras traz leveza e serenidade ao local de trabalho, permitindo com que os colaboradores passem horas sem o sentimento de peso e cansaço ao final do dia.

Não tem nada pior do que terminar um dia de trabalho intenso e se sentir com a cabeça estar pesada, sem vontade de voltar à empresa no dia seguinte. A preocupação por deixar o ambiente corporativo cada vez mais agradável é justamente por este motivo. É preciso que o funcionário sinta-se tão bem no local a ponto de não notar as horas passarem.

4. Móveis ergonômicos

Conforto é a palavra de ordem. Agora os móveis podem ser ajustados de acordo com o gosto de cada colaborador, para que ele se sinta o mais confortável possível no ambiente de trabalho. As mesas podem ser ajustadas na altura e as cadeiras possuem design diferenciado.

Os armários, para ocuparem menos espaço, possuem portas de correr, e não mais aquelas de abrir e fechar para fora. O interior das estantes também pode ser modificado de acordo com a necessidade, pois as prateleiras passam a ser móveis. Não é demais?

Saúde do colaborador

O design especial e a ergonomia dos móveis corporativos também contribuem para o bem-estar e a saúde do colaborador. As queixas referentes a dores lombares, de coluna e posturais diminuem consideravelmente e a produtividade só tende a aumentar.

5. Recursos sustentáveis

A preocupação com o meio ambiente está cada vez mais forte atualmente, e quanto mais for possível minimizar esse impacto, melhor para as gerações futuras.

A sustentabilidade é um forte conceito nas tendências de decoração para ambientes corporativos. Um exemplo prático deste conceito é a utilização de lâmpadas de LED, pois além de possuírem maior vida útil, produzem energia de forma mais eficaz.

Segundo dados de pesquisas a luz incandescente pode durar até 1000 horas e a fluorescente cerca de 10 mil, enquanto o LED consegue funcionar por até 50 mil horas, reduzindo drasticamente os gastos com trocas de lâmpadas.

Para evitar o desperdício e estimular o uso consciente da água, adotar torneiras e descargas ecológicas também são maneiras de contribuir com a sustentabilidade do planeta.

6. Espaços de convivência

Quanto mais confortável e prazeroso for o local de trabalho, consequentemente, mais produtivo ele também será. Há uma forte tendência atualmente de construção de áreas de recreação e espaços de convivência nas empresas, em que os colaboradores podem ter um momento de descanso e também de lazer, com salas de jogos, lanchonete e cafeteria, quadras esportivas, ambientes de leitura e até cinema.

Algumas empresas, mais modernas e descoladas, possuem até quartos para quem quiser tirar um cochilo no meio do expediente, com frigobar, banheiro com ducha e camas super confortáveis. Quem é que não quer trabalhar em um lugar assim?

 

 

Amantes da gastronomia ganham nova opção de hotel em Paris

Qualquer pessoa que já tenha admirado as vitrines no empório gastronômico FAUCHON, em Paris, conhece a qualidade do queijo, dos embutidos, da pastelaria, do caviar, do foie gras e de outros sofisticados produtos oferecidos pelo estabelecimento.

A partir de julho, degustar essas especialidades será ainda mais fácil – o FAUCHON L’hotel Paris, integrante da Leading Hotels of the World, será aberto na Place de la Madeleine, ao lado da famosa loja. Tudo o que os hóspedes terão de fazer é abrir um armário especialmente desenhado nos quartos e experimentar a seleção de produtos servida . A comida também serviu de inspiração para o design dos quartos, que terão áreas expandidas para fazer as refeições preparadas por chefs particulares. Haverá, ainda, um restaurante, o Café Fauchon, com capacidade para 150 lugares.

Os 60 quartos, dos quais 20 são suítes, têm estilo contemporâneo, com vista para a Place de la Madeleine ou para o Boulevard Malesherbes. A construção geral do hotel, uma combinação de dois prédios históricos de Haussman que eram casa da boutique Baccarat, está sendo supervisionada pelo arquiteto Richard Martinet, que foi responsável pela criação ou renovação de quatro outros hotéis de Paris – Peninsula Paris, Hotel Shangri-La Paris, Hotel de Crillon e George V. O custo reportado é de € 40 milhões.

Além de sua estrutura física e de sua localização perto da Opera, da Place de la Concorde e das boutiques da rua Saint-Honoré, o hotel pretende se diferenciar de outros estabelecimentos de luxo da capital francesa ao oferecer experiências pessoais pela cidade, que ainda estão sendo definidas. E, na volta, os hóspedes poderão se deliciar com um pouco de foie gras ou um macaroon direto do armário de seu próprio quarto.

A arte da iluminação

Pedro d’Orey, diretor da QuartoSala em Lisboa, traz dicas das Feiras que aconteceram nesse mês de janeiro na Europa. O projeto da Das Haus, assinado pela tcheca Lucie Koldova na Feira Internacional de Colônia, que aconteceu na cidade alemã, de 15 a 21 de janeiro ultimo é um dos destaques.

No espaço de 180 m2, Koldova, diretora artística da marca de iluminação Brokis- representada em Lisboa pela QuartoSala, revelou a sua paixão pelo Design de iluminação com uma casa onde a LUZ foi o elemento principal.

A iluminação definiu toda a atmosfera da Das Haus, delimitando cada espaço e, ao contrário do habitual, o mobiliário teve um papel secundário.

O que entra na Netflix na semana do Carnaval de 2018

Netflix divulgou os filmes e seriados que entram no serviço de streaming em fevereiro de 2018: entre os destaques, o primeiro Guardiões da Galáxia, o live-action de Fullmetal Alchemist e a estreia de Altered Carbon, série original do serviço. Veja abaixo a lista de estreias:

06.02

Sharknado 5: Voracidade Global
Fred Armisen: Standup for Drummers

07.02

Queer Eye (Temporada 1)

09.02

Quando Nos Conhecemos
Gloria Allred: Justiça para Todas

13.02

Riverdale (Temporada 1)
Steve Jobs

Conheça os diversos tipos de serviços que a Smart.Touch pode realizar e encontre formas diferentes de trazer a tecnologia, o controle e a comodidade para os seus ambientes.

14.02

Legion (Temporada 1)
Greenhouse Academy (Temporada 2)

15.02

Re:Mind (Temporada 1)

16.02

Prima Squadra: Juventus (Temporada 1)
Everything Sucks! (Temporada 1)
Perfeita Pra Você
Dragões: Corrida até o Limite (Temporada 6)

19.02

Fullmetal Alchemist

20.02

As Crônicas de Frankenstein (Temporada 1)

23.02

Seven Seconds (Temporada 1)
Marseille (Temporada 2)
Mudo
Ugly Delicious (Temporada 1)

25.02

Veronica

27.02

A Garota Dinamarquesa