Para que serve um subwoofer? Conheça um pouco dessa tecnologia

Subwoofer é um tipo de alto-falante específico para a reprodução de frequências baixas, que são as responsáveis pelos sons mais graves, cobrindo frequências que vão de 20 a 200 Hz. Tecnicamente, não há diferença no funcionamento de um subwoofer para outros tipos de caixas de som, como os squakers e twitters, que são desenvolvidos para tocar sons em frequências mais altas.

subwoofer PARA HOME THEATER

Na montagem de um home theater, por exemplo, a presença do subwoofer é indispensável. Com a finalidade de reproduzir os sons mais graves, é fácil de distinguir um sub das demais caixas de som. Eles são sempre maiores, e a razão é simples: como a frequência que eles reproduzem é mais baixa, é necessário que o alto falante tenha uma área maior para que seja capaz de deslocar o ar na hora de reproduzir o som.

Desenvolvemos projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo dos mais diversos níveis. A Smart.Touch conta com equipe gabaritada tecnicamente para a realização dos serviços. Do pré-cabeamento durante a obra ou reforma até a instalação final de equipamentos, o acompanhamento técnico da nossa equipe é total. SOLICITE ORÇAMENTO

subwoofer PARA HOME THEATER EM SANTOS

Um bom exemplo, para dar uma ideia, da diferença de qualidade de som que existe num sistema sem uso de subwoofer é aquele reproduzido por notebooks e celulares. Ao tocar uma música, por exemplo, você consegue ouvi-la com clareza, mas o som reproduzido passa uma impressão de “seco”. Essa sensação é causada pela falta dos tons mais graves na reprodução da música.

Existem subwoofers de dois tipos: os passivos e os ativos. Passivos não dependem de alimentação própria de energia, além de não possuírem amplificadores próprios. Esses dispositivos recebem o sinal de som já amplificado do aparelho que reproduz áudio. Os subwoofers ativos, ao contrário, contam com um amplificador dedicado, permitem ajuste mais fino do som e, normalmente, precisam de alimentação própria de energia.

Lançamentos NetFlix para julho 2017

A Netflix divulgou os lançamentos para o mês de julho 2017 no serviço de streaming. Entre as séries, as novas temporadas de Bates motel, Outlander e O atirador, por exemplo, são alguns dos destaques, assim como a estreia dos originais Friends from college e Ozark. Já no catálogo de filmes, títulos como Malévola, Jurassic world, Fome de poder, O discurso do rei e Trash ganharão espaço na plataforma.

Confira a lista de lançamentos:

01 de julho
Bates motel – 4ª temporada
Disney nature
Malévola
Murilo Couto: Eu, Murilo Couto
One punch man – 1ª temporada
The disappearance of Eleanor Rigby
Train to Busan

07  de julho
Castlevania – 1ª temporada
Degrassi: Next class – 4ª temporada

08 de julho
Trash

09 de julho
Jurassic world
Resultado de imagem para cidade cinza filme
10 de julho
Cidade cinza

11 de julho
Fome de poder

14 de julho
Chasing coral
Friends from college
– 1ª temporada
To the bone

15 de julho
Outlander – 2ª temporada

Resultado de imagem para Outlander - 2ª temporada

17 de julho
Os dez mandamentos
– 2ª temporada

A Smart.Touch desenvolve para seus clientes projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo personalizados e customizados, seja qual for seu estilo. SOLICITE ORÇAMENTO

18 de julho
Aditi Mittal: Things they wouldn’t let me say

19 de julho
O atirador – 2ª temporada

21 de julho
Last chance u
Ozark
– 1ª temporada
Resultado de imagem para O discurso do rei
22 de julho
O discurso do rei

22 de julho
Daughters of destiny

Automação residencial vai deixar sua casa inteligente

A automação residencial é o processo pelo qual você torna a sua casa mais inteligente, fazendo com que os ambientes sejam integrados com a sua rotina por meio de equipamentos automatizados.

Vamos dar um exemplo para que você possa entender melhor: ao ter uma casa automatizada, você pode acionar, com um único comando, o fechamento das cortinas do quarto, apagar ou acender todas as luzes de um ou mais cômodos, iniciar o monitoramento da casa por câmeras de segurança e regular a temperatura do ar-condicionado de acordo com a hora do dia.

Essa integração de mecanismos de inteligência artificial é o que chamamos de automação residencial. Ter um ou dois objetos inteligentes não caracteriza essa automação, pois ela necessita da integração entre eles.

A automação residencial como fonte de economia

A inteligência por trás da automação residencial permite que você aproveite mais a sua casa e use-a a favor das suas necessidades. Isso proporciona mais economia para o seu bolso, uma vez que você ligará somente aquilo que realmente quer e necessita. Na automação residencial, você pode pode programar para que as luzes de determinados cômodos só estejam acesas na presença de alguém. O desperdício de energia causado pelo esquecimento de desligar aquela lâmpada, por exemplo, deixa de acontecer.

Que tal assistir a um filme e ativar um comando para que as luzes fiquem mais fracas? Ou que tal deixar somente a iluminação dos locais que precisam dela, sem atrapalhar a sessão de cinema em casa? São nesses comandos e nessas oportunidades que a automação residencial é mais econômica para o consumidor, pois os recursos passam a ser utilizados com mais responsabilidade e focados na necessidade daquele momento.

Confira a seguir os 9 recursos que uma casa inteligente pode ter.

 

1. Controle de acesso por biometria

Esqueceu as chaves? Não tem problema. Coloque o seu dedo no sensor biométrico e a porta será aberta. Possui uma diarista que limpa a sua casa duas vezes por semana? Cadastre a digital dela e estabeleça quais são os dias e os horários em que ela está autorizada a entrar na sua residência.

Caso alguém tente entrar na sua residência e a fechadura não reconhecer a biometria dessa pessoa, um alerta pode ser enviado diretamente para o seu celular.

2. Sistema de alarme sem fio

Um bom sistema de alarme sem fio evita que você tenha que conectar todos os equipamentos por fiação. Com mais praticidade, você mesmo consegue instalar o alarme. Basta colocar os sensores de presença e de abertura nas portas e janelas, escolher um lugar para a central, ajustar o volume das sirenes e pronto! O resto do controle você faz pelo smartphone. No mercado, você encontra opções que funcionam com e sem internet (neste último caso, o funcionamento se dá por SMS ou linha fixa).

3. Limpeza da água da piscina

Com um equipamento adequado para esta finalidade, basta programar os intervalos para que a água da piscina possa aquecer e o filtro funcionar. Além de conforto, você também economiza a energia elétrica das bombas hidráulicas.

4. Definição de cenários de iluminação

Uma iluminação para cada finalidade. Quer assistir TV? Acione o cenário pré-definido e pronto, as luzes serão reduzidas para que o brilho da TV não seja ofuscado. Deseja jantar? As luzes sobre a mesa de jantar serão acesas. E assim por diante. Quem define a quantidade de cenários de iluminação é você.

5. Ajuste pré-programado de temperatura

Sabe aquele dia cansativo de trabalho em que, ao chegar em casa, tudo o que você deseja é um bom banho e a sua cama quentinha? Com a automação do ar-condicionado da sua casa, isso é possível. Além de acioná-lo enquanto estiver na rua, por meio de um aplicativo no seu smartphone, você também pode programar a temperatura dele.

O ar-condicionado também pode fazer uma dobradinha com os ambientes, regulando junto com a iluminação a temperatura.

6. Aquecimento do piso

Nas regiões mais frias do nosso país e do mundo, o piso aquecido é uma realidade. Ao automatizá-lo, você regula a sua temperatura de acordo com cada ambiente. Tudo é feito por um único controle, que também pode ser combinado com as luzes e a temperatura do ar-condicionado ou aquecedor.

7. Preparação do seu banho

Lembra do tópico 5? Banho e cama quentinha? Agora, ao chegar em casa, a sua banheira já pode estar cheia e aquecida. Com um comando via internet, você aciona o funcionamento dela e das bombas de hidromassagem.

Automação Residencial ajuda a tornar a maior parte dos equipamentos eletrônicos da sua casa automático. Imagine controlar o ar condicionado, a televisão, as luzes, a cortina ou mesmo a irrigação do jardim com alguns cliques no seu iPhone ou no iPad. É a sua casa inteligente com automação residencial. SOLICITE ORÇAMENTO

8. Acionamento das torneiras por toque

Quando a gente acorda e vai ao banheiro, por vezes não encontramos o interruptor para ligar a luz. Esqueça dele. Agora basta apoiar as mãos sobre a bancada da pia e as torneiras ligam, juntamente com as luzes. O espelho fica iluminado e você consegue fazer tudo o que precisa.

9. Eletrodomésticos mais inteligentes

Você vai buscar as crianças na escolinha de natação no meio da tarde. Na volta, programou um lanche para servir para elas. Deixe o pão de queijo no forno, sem a necessidade de ligar, e vá buscar a garotada. Enquanto espera elas entrarem no carro, acione o fogão pelo smartphone e o pão de queijo estará prontinho quando chegarem.

Da mesma forma, algumas geladeiras fazem uma parceria muito interessante com os seus usuários. Cadastre os alimentos perecíveis antes de guardá-los nela e ela te avisará quando eles estiverem para vencer. Aproveite o painel touch da geladeira para organizar a lista do supermercado, ler notícias e relembrar uma receita.

As melhores novidades da maior feira de games do mundo

A E3 não é só a principal feira de games do mundo. O evento, realizado anualmente em junho em Las Vegas, nos Estados Unidos, apresenta os grandes lançamentos da indústria do entretenimento que mais fatura – foram US$ 91 bilhões em 2016. Caso você seja um gamer casual – ou só queira estar por dentro para não ser tapeado pelo filho quando ele pedir algo de presente -, selecionamos o que vale a pena – e o que foi completamente desnecessário.

Os destaques

Xbox One X: a Microsoft apresentou um novo console durante a feira. Ao invés de uma nova geração, trata-se de uma versão turbinada, pronta para rodar jogos já no mercado em melhor resolução – e outros exclusivos em 4K. Ele chega ao mercado por US$ 500.

Beyond Good and Evil 2: um dos jogos mais celebrados (e brisados) da Ubisoft vai ganhar sua continuação após 14 anos de espera dos fãs. Espere por um mundo aberto, animações bem divertidas e horas na frente do console.

Games para Nintendo Switch: um dos grandes problemas do Wii U, o último console da Nintendo, foi que os estúdios não se interessaram em desenvolver games para ele. Já o novo videogame terá uma série de títulos celebrados, como Fifa 18 e uma nova versão de The Elder Scrolls: Skyrim.

 

TENHA UMA EXPERIÊNCIA INCRÍVEL JOGANDO SEU GAME PREFERIDO EM UM HOME THEATER A Smart.Touch desenvolve para seus clientes projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo personalizados e customizados, seja qual for seu estilo. SOLICITE ORÇAMENTO

 

As bolas fora

Games para Nintendo Switch: a Nintendo continua com a mania de lançar exatamente os mesmos títulos o tempo inteiro. Vai ter um novo Super Mario, um game do Yoshi, um do Kirby…Tudo meio parecido com o que já existe.

Libera logo: a Sony apresentou uma série de exclusivos que serão sensacionais. E o mais aguardado deles, sem dúvida alguma, é God of War: Be A Warrior. Acontece que eles já apresentaram a nova aventura de Kratos umas duas vezes, e nada do jogo. Agora a data prometida é início de 2018. Só nos resta aguardar.

Assassin’s Creed: sim, teremos mais um. Como um clichê ruim cinematográfico, ele será um game de origem – possivelmente cheio de bugs. Ainda que seja no antigo Egito, o que é bem legal, nem perca seu tempo.

Saiba como ter um dia produtivo com bons hábitos matinais

Seja por ser dono do próprio negócio ou por concentrar o foco no desenvolvimento da carreira, é fácil trabalhar dia e noite e acabar encontrando-se em um estado de constante exaustão. Nesta situação, torna-se difícil levantar da cama de manhã, e apertar o modo “soneca” repetidamente antes de sair correndo pela porta para começar um dia de 12 horas parece quase inevitável. No entanto, alguns ajustes na rotina permitem sair da cama pontualmente e ainda sentir-se energizado e produtivo.

O poder de começar cedo não é novidade: Tim Ferriss, Oprah e Tim Cook, por exemplo, iniciam seus dias antes do amanhecer. Alguns rituais matinais permitem aproveitar ao máximo essas importantes horas antes de começar, efetivamente, a trabalhar.

1-is-1

Programe seu despertador com precisão

Há algo psicológico em ter uma hora exata para acordar – é como se dissesse ao seu cérebro para prestar atenção. Não faça concessões: programe o alarme todos os dias para a mesma hora e uma rotina específica será enraizada em sua mente, forçando-o para fora da cama a tempo.

2-is-1

Anote uma intenção diária

Estabeleça sua intenção para o dia. Anotar os seus objetivos faz com que seja significativamente mais provável que você os alcance, e o que é registrado é cumprido. Sem isso, pode ser difícil manter o foco. Use uma agenda ou o bloco de notas do celular e registre um objetivo (só um!) para alcançar nas próximas 24 horas. Essas intenções devem ser sempre simples e realistas.

 

Dedique uma hora a você

Esta é, sem dúvida, a parte mais importante do ritual matinal. Encontre uma hora antes do trabalho para dedicar a você. Utilize-a para aperfeiçoar um idioma, fazer um pouco de exercício físico ou ler. A única coisa que você nunca pode fazer durante esse tempo é checar seu email. Abrir a caixa de entrada tão cedo permite que outras pessoas ditem as suas prioridades, tornando-o reativo em vez de proativo.

4-is-1 (1)

Descubra como alimentar-se adequadamente

Muita coisa pode acontecer entre 9h e 17h para estragar uma dieta saudável. Porém, escolher conscientemente a primeira refeição do dia (quando a força de vontade está em seu pico) torna mais fácil manter bons hábitos. Uma rotina saudável proporciona uma mente saudável e focada, e você não pode ser um líder confiante e enérgico se você não estiver abastecendo seu corpo da maneira certa.

Use o tempo de seu percurso eficientemente

Até mesmo um percurso de 20 minutos pode ser utilizado para trabalhar. Com a tecnologia de bluetooth dos carros, é possível programar entrevistas e conferências telefônicas para quando estiver dirigindo e disponível, e então ser produtivo em sua rota. Checar algumas coisas enquanto está em trânsito significa economizar um pouco do tempo no escritório. Também resulta em mais pensamento criativo, porque se está em movimento e em uma situação diferente.

Tenha uma boa noite de sono

O verdadeiro segredo para uma manhã produtiva, no entanto, é a noite anterior. Uma ideia para dormir com a mente tranquila é, antes de ir para a cama, listar 10 coisas pelas quais se é grato. Especialmente quando tiver tido um dia ruim ou alguma coisa der errado, é um lembrete poderoso do progresso que foi feito com a família, a saúde e os negócios. Terminar o dia com lembranças positivas significa que, quando o despertador tocar, você estará pronto para começar uma nova etapa com o pé direito.

O que faz cada caixa de som do home theater?

Entenda a distribuição do áudio e a razão de posicionar corretamente as caixas de som. “O home theater não é um equipamento, é um conceito”.Os equipamentos básicos são a tela e as caixas acústicas, e os aparelhos para mandar a imagem – DVD, blu-ray, videogame – e distribuir o áudio – o receiver.

O som é dividido em pelo menos cinco canais, cada uma com uma caixa de som específica. A distribuição das caixas circula a tela e os espectadores: três ficam na frente de quem assiste – no centro, à direita e à esquerda – e duas nas costas ou na mesma linha do sofá – uma de cada lado.

cinema em casa - home theater em Santos

O que faz cada caixa de som do home theater?
Central

Emite os sons das cenas que ocorrem ao centro da tela, ou bem de frente para o espectador. No caso de um show, por exemplo, a caixa central corresponde à voz do cantor.

Frontal direita
Emite os sons das cenas que ocorrem à direita da tela, ou à direita da audiência – mesmo que não apareça no vídeo, como um carro que está chegando ao cenário.

Frontal esquerda
Funciona como a frontal direita, mas reproduz o áudio da ação à esquerda do espectador.

Traseiras
Simulam os efeitos especiais no caso de filmes, ou os sons das cenas que se desenrolam atrás do espectador. A vibração da torcida em jogo de futebol, por exemplo, seria reproduzida por essas caixas, responsáveis por colocar o espectador “dentro” do que está assistindo. Como as dianteiras, também estão distribuídas à esquerda e à direita do sofá, no sentido de fazer o som chegar a partir do ponto de onde foi emitido.

O que é 5.1?
O “5.1” que se vê escrito em ofertas de home theaters descreve a quantidade de caixas do modelo – e, ultimamente, o tipo de divisão de som que você terá. Além do 5.1, também há no mercado o 6.1 e o 7.1. Confira as diferenças nos modelos conforme os diagramas abaixo:

O 5.1 é o formato dos padrões Dolby Digital, Dolby Pro Logic II e DTS 5.1.

5

O 6.1 acrescenta um canal de surround traseiro.

6

O 7.1 acrescenta dois canais de surround traseiros.

7

 

 

Como posicionar a TV e o home theater na sala para não prejudicar a saúde

Se a distância entre o sofá e o televisor ou o espaço entre as caixas do home theater não forem respeitadas, podem ocorrer danos à visão e à audição  Quase todo mundo quer ter um cinema em casa. Quanto maior a televisão, melhor. E não só a TV. Ter um home theater, com suas potentes caixas de som, é melhor ainda. Poucos sabem, no entanto, que é preciso estar atento às dimensões da sala na hora de comprar estes aparelhos eletrônicos. Se a distância entre o sofá e a TV ou o espaço entre as caixas do home theathernão forem respeitados, a saúde da pessoa pode ser prejudicada.

Melhor-distancia-entre-TV-e-sofa

Distância TV x sofá
A arquiteta Sandra Diniz explica que existe uma regra básica que ajuda a determinar o tamanho da TV em relação à distância desta em relação ao sofá.  A disposição errada dos aparelhos eletrônicos na sala pode causar danos à visão e à audição.

“É recomendado que, para TVs de 32 polegadas, seja respeitado o limite de três metros. Se o aparelho for de 40 polegadas, o ideal são três metros e meio. Televisões com 52 e 60 polegadas devem ter quatro e cinco metros de distância do sofá, respectivamente”, diz.

Desenvolvemos projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo dos mais diversos níveis. A Smart.Touch conta com equipe gabaritada tecnicamente para a realização dos serviços. Do pré-cabeamento durante a obra ou reforma até a instalação final de equipamentos, o acompanhamento técnico da nossa equipe é total. SOLICITE ORÇAMENTO

Home theater e caixas de som
Os cuidados também são importantes na hora de instalar o home theater. “Esse aparelho é composto por cinco caixas com funções distintas. A distância entre aquelas de pares deve ser simétrica, assim o som chegará de forma simultânea, sem distorções. Já a central, deve ser instalada de frente para o ouvinte. O mais indicado é que esteja sobre a TV”, recomenda Sandra Diniz.

LEIA TAMBÉM: ASSISTA A FILMES COM MAIS QUALIDADE CINEMA EM SUA CASA

As arquitetas da Faleiro Guerra, Roziane Faleiro e Patrícia Guerra, reforçam que o sistema de som deve ser posicionado corretamente para que a sonorização esteja em harmonia. Caso contrário, além de não conseguir aproveitar a máxima qualidade do aparelho, pode ocorrer: cansaço nas vistas, (incluindo hipermetropia ou astigmatismo), dores de cabeça, problemas de postura, perda de atenção, sonolência, estresse, fadiga e diminuição gradativa da audição.

Home-Theater_thumb[5]

Para evitar estes problemas, a sala deve estar configurada da maneira correta. “A sala deve permitir um layout em que o televisor e o home theaterestejam localizados em frente ao sofá para melhor distribuição da imagem e do som”, destacam Patrícia e Roziane. “O painel ou estante deve ter altura suficiente para a instalação desses equipamentos, evitando móveis muito baixos”, completa Sandra.

Decoração também influencia
Além da área da sala, a decoração também deve ser observada na hora de comprar esses eletrônicos. “Se o ambiente possuir sistema que evite ecos, o som terá mais qualidade. A claridade também deve ser controlada por meio de persianas ou cortinas. O ideal é que o espaço não seja totalmente claro nem muito escuro”, finalizam Roziane e Patrícia.

Automação residencial: sistemas se tornam cada vez mais práticos e acessíveis

Em se tratando de automação residencial, o futuro é agora. Já é possível controlar consumo, temperatura, iluminação, água da piscina, sistema de irrigação, televisão, som… Tudo por meio do tablet ou do smartphone. A tecnologia permite programar em que cenário se deseja despertar, assistir a filmes ou ler, alterando a iluminação com LED. Mais do que isso, sensores ajustam automaticamente a temperatura do imóvel, conforme o clima externo, programando a abertura das persianas e o ar condicionado. O mesmo ocorre com as luzes, que podem ser, por exemplo, desligadas quando o ambiente estiver vazio ou quando a iluminação natural estiver de acordo com o limite pré-ajustado (nesse caso, as persianas seriam abertas).

automação residencial

Para garantir a segurança, existem sensores de presença, de abertura de portas e janelas, câmeras, sensores biométricos. Quando a família se ausentar, pode enganar possíveis invasores programando o acendimento de luzes em ambientes alternados de acordo com o horário, para que a casa pareça habitada. Além disso, há sensores contra acidentes, como detectores de gás, de incêndio ou de inundação.

A SMART.TOUCH É REPRESENTANTE EXCLUSIVA DAS MARCAS LIDERES EM AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL E COMERCIAL CONTROL 4 E NEOCONTROL EM TODO LITORAL DE SÃO PAULO


“Com a tecnologia existente, pode-se automatizar quase tudo em uma residência. A ideia dos fabricantes é que a casa trabalhe para você”, comenta Félix Soares Coromberk, da empresa Beta Network. Segundo ele, os controladores existentes permitem a adaptação de qualquer necessidade, seja econômica, de segurança, conforto ou praticidade.

Tudo isso com a facilidade do controle à distância. É possível verificar da sala de estar como está o ambiente do quarto, ativando ou desativando recursos. Melhor ainda, se você preparar um cenário “recepção”, com a temperatura, iluminação, música ou canal de televisão que considera ideais, basta acioná-lo com um toque no seu smartphone quando estiver a caminho de casa.

Apesar de toda a tecnologia existente, o usuário ainda é conservador. “Hoje, os itens mais procurados são as cenas de iluminação, som e imagem (home theater), persianas, ar condicionado e biometria de acesso na porta principal”, explica a arquiteta Daniela Sikora.

LEITA TAMBÉM CONHEÇA OS BENEFÍCIOS E AS FACILIDADES DE TER UMA CASA AUTOMATIZADA

automação residencial em santos

Diferentes alternativas
Existem diversos sistemas de automação residencial que se comunicam e atuam de formas distintas. Alternativas sem fio, que já dominam mercados como o dos Estados Unidos, vêm chegando aos poucos para o Brasil.

Estamos em um momento de transição de tecnologias. Não há nenhum sistema importante de automação que não funcione via wireless. Apesar disso, profissionais, revendedores e usuários brasileiros estão se adaptando, sendo os sistemas cabeados ainda bastante utilizados, pois só havia esses até pouco tempo.

Há vantagens de ambos os lados. Por um lado, sistemas cabeados têm uma instalação mais complicada, pois exigem adaptação da residência – o que envolve uma reforma com quebra de paredes. Dessa forma, são mais caros, envolvendo gastos com mão de obra e infraestrutura.  As  vantagens dos cabeados são a robustez do sinal de comunicação e uma variedade maior de dispositivos. Em contrapartida, algumas vezes a instalação sem fio em um ambiente pode demorar apenas dois dias, tempo inviável com o sistema cabeado.

Outra vantagem do sistema via wireless é que se pode incluir a automação aos poucos, por meio de módulos. Ou seja, é possível começar por áudio, vídeo e iluminação, por exemplo, e posteriormente incluir outros, como persianas e ar condicionado.
Os conceitos de modulares e wireless aproximaram nossas casas da tecnologia. O que falta para a casa do futuro se tornar realidade é detalhe: tudo o que pode ser acessado à distância já pode ser controlado, o que inclui até mesmo os eletrodomésticos.

C

Como decorar um quarto infantil a partir do signo do bebê

Para quem quer dar um toque especial à decoração do quarto do bebê, uma boa alternativa é guiar-se pelo signo da criança. Cada uma das doze ‘casas’ tem peculiaridades que podem ser atendidas pela combinação de cores das paredes, móveis e objetos.

 

A decoradora Andrea Nascimento aconselha que os pais comecem pelas cores do cômodo. “O pequeno dificilmente perceberá a presença de muitos itens de decoração ou o formato específico deles. A cor é o que mais fará diferença”, explica ela, ponderando que um quarto infantil deve ter sempre tons suaves, para evitar estressar o bebê.

As correlações são relativamente fáceis de entender. Signos solares tendem a se sentir melhor em ambientes com cores quentes, como vermelho, laranja e amarelo. Signos de ar e água vão melhor com cores claras, enquanto os de terra se dão melhor com marrons e vermelhos mais fechados. Veja abaixo algumas dicas da astróloga Dea Ribeiro:

Áries (21 de março a 20 de abril)

quarto_aries
Vermelho, salmão e amarelo tendem a agradar os nascidos sob este signo (Foto: Shutterstock)

O primeiro signo do zodíaco é atraído por cores fortes. Vermelho, salmão e amarelo tendem a agradar os nascidos sob este signo. Janelas grandes e portas de vidro para ampliar o ambiente e melhorar a iluminação também farão diferença.

Touro (21 de abril a 20 de maio)

touro_quarto
Taurinos gostam de conforto e toques de luxo. Um bebê de touro pode se sentir mais à vontade com cores suaves, como rosa, turquesa e branco (Foto: Shutterstock)

Taurinos gostam de conforto e toques de luxo. Um bebê de touro pode se sentir mais à vontade com cores suaves, como rosa, turquesa e branco. Para se manter fiel aos gostos do signo, insira detalhes com tons de terra e temas de natureza.

Gêmeos (21 de maio a 20 de junho)

quarto_gemeos

O ponto chave do quarto de gêmeos é luz. Muitos brinquedos também serão bem vindos, com detalhes coloridos. Móbiles que o bebê possa tocar com certa facilidade são um ponto a mais, que estimulará bastante as crianças deste signo.

Câncer (21 de junho a 21 julho)

cancer_quarto
O quarto para o bebê canceriano também deve abusar de cores suaves (Foto: Shutterstock)

O quarto para o bebê canceriano também deve abusar de cores suaves, como rosa e lilás. Cortinas deixarão o ambiente mais aconchegante. Luzes claras e tons pastéis também são apreciados.

Leão (22 de julho a 22 de agosto)

leao_quarto
A personalidade forte dos leoninos é bem traduzida por cores mais vibrantes (Foto: Shutterstock)

A personalidade forte dos leoninos é bem traduzida por cores mais vibrantes, que não devem incomodar o bebê deste signo. Amarelos, laranjas e vermelhos são bem vindos e farão do quarto um ambiente agradável. A iluminação pode usar luzes quentes e em detalhes dourados, a cor que mais representa este signo.

Virgem (23 de agosto a 22 de setembro)

virgem_quarto
O quarto de um virginiano é, sobretudo, mais sóbrio (Foto: Shutterstock)

O quarto de um virginiano é, sobretudo, mais sóbrio. Invista em revestimentos claros e cores sólidas, que devem agradar à criança de virgem. Donos de um forte senso de organização, irão querer arrumar os espaços e manter tudo em ordem.

Libra (23 de setembro a 22 de outubro)

libra_quarto
Charmosos, os librianos gostarão de um quarto simples, mas com detalhes interessantes (Foto: Shutterstock)

Charmosos, os librianos gostarão de um quarto simples, mas com detalhes interessantes. Tons de verde e azul serão bastante apreciados. Luzes azuladas também trarão calma e equilíbrio ao ambiente, características inerentes aos librianos.

Escorpião (23 de outubro a 21 de novembro)

escorpiao_quarto
Cores quentes, com tons de marrom, vermelho e preto farão um quarto propício aos escorpianos (Foto: Shutterstock)

Cores quentes, com tons de marrom, vermelho e preto farão um quarto propício aos escorpianos. Roupas de cama chamativas também podem agradar e tornam o ambiente gostoso e acolhedor. Um leve perfume dará um toque especial ao quarto do bebê de escorpião.

Sagitário (22 de novembro a 21 de dezembro)

sagitario_qurto
Bebês e crianças de sagitário irão preferir espaço para brincar acima de tudo (Foto: Shutterstock)

Bebês e crianças de sagitário irão preferir espaço para brincar acima de tudo. Área livre para correr e espalhar os brinquedos será fundamental. Camas e berços podem ser mais simples. Tons de vinho são bem vindos.

Capricórnio (22 de dezembro a 21 de janeiro)

capricornio_quarto
A simplicidade também será apreciada pelas crianças de capricórnio (Foto: Shutterstock)

A simplicidade também será apreciada pelas crianças de capricórnio. Cores claras, como branco e verde nas roupas de cama e paredes deixarão o ambiente com um ar mais básico, mas ainda elegante. A ordem é economizar nas “firulas”.

Aquário (22 de janeiro a 19 de fevereiro)

aquario_quarto
Com crianças de aquário, é importante dar liberdade para modificarem o ambiente a seu gosto (Foto: Shutterstock)

Compartilham algumas características com os leoninos e vão apreciar cores mais extravagantes, mas sem muita atenção a detalhes. Com crianças de aquário, é importante dar liberdade para modificarem o ambiente a seu gosto, que lhes deixará mais confortáveis.

Peixes (20 de fevereiro a 20 de março)

peixes_quarto
Um quarto claro, com muito branco e azul certamente vai agradar as crianças deste signo (Foto: Shutterstock)

 

O que você precisa saber antes de comprar home theater para jogos

Ao contrário do que muitos podem pensar, as produtoras de jogos “Triplo A” não consideram somente os gráficos e a jogabilidade na hora de atrair consumidores. Grande parte do envolvimento gerado por games modernos decorre dos orçamentos dedicados a produções sonoras que fazem inveja a muitas produções de Hollywood. Por isso um bom Home Theater ajuda você ter uma boa experiência não só visual como também de áudio

Um título bem mixado permite que, somente com seus ouvidos, você saiba o posicionamento de inimigos, “sinta” o impacto de tiros disparados ou se perca em meio a uma trilha sonora incidente. Infelizmente, você pode estar perdendo muito desses elementos caso esteja acostumado a jogar usando somente os alto-falantes de uma televisão.

Assim como acontece na hora de assistir a filmes e seriados, apostar em um home theater pode mudar substancialmente a maneira como você aproveita seus games favoritos. Não há a necessidade de comprar sistemas específicos para jogos eletrônicos, visto que eles se assemelham muito à mixagem usada no cinema — no entanto, é preciso respeitar algumas regras básicas para obter a melhor experiência possível.

O sofá ideal para o seu home theater

O local em que você senta é tão importante para definir a qualidade de uma experiência sonora quanto a qualidade dos equipamentos comprados. Investir em um sofá com encosto muito alto, por exemplo, pode contribuir para bloquear as ondas sonoras geradas pelas caixas traseiras de um sistema surround.

Também é recomendado que você não encoste seu sofá ou cadeira nas paredes caso queira otimizar a qualidade do sistema, já que isso interrompe o caminho de navegação do som. Por fim, invista em móveis que permitam relaxar — caso suas costas estejam tensas, fica difícil “sentir” os graves da maneira adequada.

O ambiente

O ambiente em que um home theater é montado é responsável por definir pelo menos metade do potencial sonoro que o sistema escolhido vai oferecer. Antes de sair espalhando caixas de som e subwoofers, é preciso prestar atenção à configuração do ambiente disponível de forma a otimizar seu uso.

É preciso prestar atenção à configuração do ambiente disponível

Para alcançar a melhor experiência de jogo, é recomendado remover do local fontes de som externas (fechar as portas) e controlar a luz do ambiente. Caso você posicione o equipamento num local oposto a uma janela, por exemplo, são grandes as chances de ter que conviver com o reflexo da luz do Sol. Também vale apostar em luzes cuja intensidade possa ser ajustada — o local não precisa estar totalmente nas trevas, somente um pouco escuro.

Também vale apostar em uma configuração na qual a televisão e o canal de áudio principal estejam em uma posição centralizada. No entanto, não é preciso exagerar e remover totalmente os enfeites do local: estantes de livros, quadros e móveis absorvem e refletem o som, mas os efeitos causados por eles não chegam a incomodar a maioria das pessoas — esvaziar completamente sua sala pode transformá-la em uma câmara de eco, algo que vai prejudicar muito sua experiência.

A televisão

A qualidade da televisão utilizada influencia bastante a maneira como você vai aproveitar seus games. Entre os aspectos que têm impacto em uma decisão de compra estão a resolução do aparelho (1080p é adequada para os padrões atuais, mas uma tela 4K pode deixá-lo mais preparado para o futuro) e a taxa de atualização — um valor muito baixo pode fazer com que as imagens exibidas fiquem borradas.

Também é importante apostar em um tamanho de tela compatível com seu ambiente e com a distância entre seu sofá e a estante ou parede em que o eletrônico vai ficar localizado. Nesse caso, a fórmula “maior = melhor” nem sempre funciona — afinal, você não quer ter uma TV que lhe força a ficar mexendo o pescoço de um lado para o outro para conseguir ver o que está acontecendo.

Nesse caso, é bom seguir uma das fórmulas abaixo para definir o tamanho ideal de sua televisão:

  • Resolução 480p – distância da TV (em metros) x 12 = tamanho ideal
  • Resolução 720p – distância da TV (em metros) x 18 = tamanho ideal
  • Resolução 1080p – distância da TV (em metros) x 21 = tamanho ideal

Por exemplo, se a distância de seu aparelho Full HD (1080p) até seu sofá é de 2 metros, basta multiplicar esse valor por 21 para descobrir que a tela mais adequada ao seu ambiente é de 42 polegadas. Vale notar que essa regra serve somente como uma recomendação, o que significa que apostar em uma tela ligeiramente menor ou maior não vai necessariamente estragar a sua experiência.

A Smart.Touch desenvolve para seus clientes projetos de Home Theater e instalação de sistemas de áudio e vídeo personalizados e customizados, seja qual for seu estilo. SOLICITE ORÇAMENTO

Teste o som

Para ter a melhor experiência de jogos, não basta simplesmente comprar várias caixas de som e distribuí-las de qualquer forma pela sala de estar. Embora esse seja um processo cansativo, testar diferentes posicionamentos de caixas de som antes de decidir por uma configuração definitiva pode transformar substancialmente a forma como você desfruta de um game.

O canal central se mostra o mais importante e desafiante: caixas de som de baixa qualidade tendem a fazer com que pessoas ouçam sons de maneira diferente dependendo de sua posição. Para evitar esse efeito, é bom investir em aparelhos mais completos ou realizar testes de “ruído rosa” — algo que pode ser feito com o auxílio de aplicativos para o iOS e o Android.

Alimente suas caixas de som com o ruído rosa e ande por sua sala, prestando atenção a possíveis diferenças de desempenho dependendo do local onde você está. A partir disso, ajuste o posicionamento de seu equipamento de forma a obter a experiência mais uniforme possível.

As caixas de som não precisam ser apontadas diretamente para os ouvidos de quem está jogando

Tente posicionar o canal central abaixo de sua televisão ou (preferencialmente) acima dela, caso isso seja possível. Quem tem um sistema de projeção pode preferir colocar esse canal na parte traseira ou “dentro” da tela — contanto que seu equipamento permita que sons passem por ele sem os abafar.

Note que as caixas de som não precisam ser apontadas diretamente para os ouvidos de quem está jogando. Em um sistema surround, elas devem estar localizadas ao lado, acima e um pouco atrás da audiência para uma boa experiência. Caso isso seja possível, invista em produtos de alta dispersão que espalham melhor o som por um ambiente.

Para completar, lembre-se de não colocar seu subwoofer encostado na parede. Além de isso melhorar o desempenho do aparelho, seus vizinhos vão agradecer por não ter que lidar com as frequências baixas sendo transmitidas diretamente para a casa deles.

Configure seu console

Para colher os benefícios que conectar seu console a um sistema de áudio dedicado pode trazer, é preciso saber configurar corretamente a plataforma que você utiliza. As opções mostradas abaixo são recomendadas para quem usa esses aparelhos para reproduzir filmes Blu-ray, mas também trazem benefícios na hora de se aventurar por jogos. Vale notar que as opções levam em consideração que você está usando o cabo HDMI como fonte de som.

Xbox One

Entre nas configurações, siga em Todas as Configurações > Tela e Som > Áudio HDMI e escolha a opção 7.1 sem compressão.

Xbox 360 S/E

Vá até as configurações, escolha Sistema > Configurações do Console > Áudio e marque a opção Dolby Digital 5.1.

PlayStation 4

Abra as configurações, escolha Som e Tela > Saída de áudio > Formato de áudio. Escolha entre as opções “PCM Linear” ou “Bitstream (Direto)” e veja qual resultado se mostra o mais adequado.

PlayStation 3 (modelo slim)

As configurações são semelhantes às do PlayStation 4. Abra o painel de configurações e selecione as opções Configurações de saída de áudio > HDMI e escolha entre as opções “PCM Linear” ou “Bitstream (Direto)”.

PlayStation 3 (modelo fat)

O modelo mais antigo tem algumas restrições que foram removidas pela Sony nas versões posteriores, o que torna o processo de configuração um pouco diferente. Vá em Configurações > Configurações de BD/DVD > Formato de saída de Áudio (HDMI) BD/DVD e então selecione a opção “Linear PCM”.

Em seguida, abra novamente o painel de configurações e siga em Configurações de áudio > Configurações de saída de áudio > HDMI e depois selecione o campo “Automático”. Vale notar que, em outras plataformas, o desempenho de áudio obtido pode variar conforme o sistema home theater utilizado.