PRÉDIOS DISPENSAM PORTEIRO E ADOTAM CONTROLE A DISTÂNCIA

O trauma a fez aumentar a segurança de seu novo apartamento no Panamby, zona sul de São Paulo. O local passou a ter porta blindada e um circuito interno de câmeras de alta definição que se movem de acordo com a circulação e permitem o monitoramento a distância, via celular ou tablet. “Consigo fazer zoom, ouvir e falar. Se a minha filha está chorando, posso conversar com ela”, diz. O investimento foi de R$ 15,7 mil. O arquiteto da obra, Maurício Karam, recomenda que o projeto de segurança seja previsto antes do início da reforma, para diminuir custos.

A integração entre automação e segurança, que permite ao morador o controle a distância, foi o maior avanço tecnológico em casas, de acordo com José Roberto Muratori, diretor da Aureside (Associação Brasileira de Automação Residencial e Predial).

automação geral
CENTRAL DE CONTROLE

No prédio do empresário Jorge Sahao, 51, no Jardim Ampliação, na zona sul de São Paulo, a tecnologia dispensou os porteiros. Todo o monitoramento de segurança, inclusive o controle de acesso, é feito por uma central localizada em outro endereço.

Moradores e funcionários têm digitais, fotos e dados cadastrados, e um sistema de câmeras de alta definição acompanha a movimentação das áreas comuns. No caso de visitantes, ao tocar o interfone, um monitor mostra a imagem a um atendente na central, que faz a liberação.

“A primeira coisa que uma quadrilha faz numa invasão é render o porteiro. Como sistema, isso não ocorre mais”, diz Alexandre Paranhos, do Grupo Pro Security, responsável pela segurança do local. O sistema requer um gerador e duas contas de internet. É recomendável também a presença de uma pessoa em horário comercial para receber correspondências. Por um site, os moradores podem acompanhar a chegada de pessoas e de encomendas.

A ferramenta permite ainda o cadastro de um “dedo do pânico” na biometria. Quando o morador faz o acesso com ele (em vez do dedo usado normalmente), a central de segurança é avisada sem alarde e chama a polícia. A tecnologia permitiu ainda corte no custo do condomínio. “O que eu gasto hoje com esse sistema é a metade do que eu gastava com porteiros, considerando salários, encargos e benefícios.

A locação dos equipamentos e a manutenção custam R$ 8.000 mensais. De acordo com Muratori, os preços de sistemas de segurança integrados à automação baixaram cerca de 50% nos últimos cinco anos. “O divisor de águas foi a popularização dos tablets. Atualmente, não dependemos de um equipamento específico”, explica ele. privacidade Com câmeras em quase todos os cômodos da casa, o receio de Carvalho virou a falta de privacidade. “No quarto, a câmera não pega onde está a minha cama”, diz ela, que toma cuidado para não andar muito à vontade pela casa. “O computador do escritório tem senha. Mas às vezes eu fico pensando: ‘Será que eu deixei o aplicativo aberto? Será que tem alguém olhando?’ É um risco que a gente corre”, conta. Também há risco de os circuitos de segurança serem hackeados. “Tem quadrilhas que quebram bloqueio de iPhone, conseguem acesso a bancos. Mas é muito difícil”, afirma Troiano.

Como escolher o sofá para sua sala?

Ele funciona como base para a decoração da casa, e muitas vezes é o primeiro móvel a ser comprado para a sala. Mas escolher um sofá não é fácil, e tenho recebido muitas dúvidas sobre como encontrar o melhor tipo para cada ambiente. Para ajudar, aqui vão sete dicas básicas.

trucosfotos10_2_600px

 De que tamanho eu preciso?

Primeiro de tudo, tire as medidas do ambiente em que o sofá vai ficar. Se possível, faça um desenho simples no papel para mostrar para o vendedor, incluindo janelas e portas.

Para evitar a sensação de aperto, lembre de deixar um espaço de pelo menos uns 70 cm nas laterais do sofá, para circulação, ou para colocar uma mesa lateral, com um abajur ou mesmo uma luminária de pé, se o espaço for muito pequeno.

Se quiser ter uma ideia do espaço que o sofá vai ocupar na sala, pegue as medidas do móvel e forre o espaço equivalente no chão com jornal ou com um lençol dobrado. Assim você experimenta com diferentes móveis ao redor.

Como regra geral, a distância entre a mesa de centro e o sofá deve ser de 50cm a 90 cm – o suficiente para dar passagem, mas para não ficar muito longe caso a pessoa queira apoiar uma xícara de café, por exemplo. As mesas laterais devem ficar na altura do braço do sofá.

 Passa na porta?

Parece básico, mas muita gente só descobre que seu sofá novinho não tem como entrar em casa depois que ele empaca na porta do elevador.

Parece básico, mas muita gente só descobre que seu sofá novinho não tem como entrar em casa depois que ele empaca na porta do elevador.

Além de sair de casa com as medidas da sala na bolsa, lembre também, antes de comprar, de medir a largura e altura das portas ou janelas que dão naquele ambiente. É apartamento? Tem elevador de serviço grande? Se não, é possível içar pela janela ou varanda? Saber isso tudo, além das regras do condomínio, evita muita dor de cabeça depois.

Pensando nesse problema, temos na Cecilia Dale alguns sofás bipartidos, que podem ser desmontados em peças menores para caber no elevador. É o caso do Salerno, abaixo:

_G8A0926

Os modelo Salerno é bipartido, ou seja, se divide em dois para facilitar o transporte. As almofadas soltas também facilitam a passagem por portas e corredores estreitos.

 Que cor escolher?

Resista a tentação de escolher um sofá laranja, por exemplo, ou de outra cor muito chamativa. Com o tempo, pode cansar, e para trocar, só estofando de novo – o que custa caro e dá trabalho. Cores como branco, bege em todos os seus tons, marrom ou mesmo jeans são mais neutras e combinam com qualquer estilo de decoração. Basta trocar as almofadas ou mantas e pronto, você tem uma casa nova.

paint

Na cor jeans, o puff Verona vira chaise quando necessário.

Como a sua calça do dia a dia, o puff Verona na cor jeans combina com tudo. E ainda vira chaise quando necessário, porque o assento é  articulado.

CONHEÇA NOSSOS PROJETOS DE HOME THEATER

Tecido ou couro?

Revestimentos de fibras naturais, como linho, são muito confortáveis, mas para casas com cachorros ou crianças, o couro é mais resistente a estripulias e fácil de limpar: basta um pano úmido.

Outra opção são os tecidos impermeabilizados, que resistem a líquidos derramados e sujeira. Nas nossas lojas, temos dois modelos de sofás (Capuleto e Genebra) que vem com linho impermeabilizado de fábrica, e também algumas opções de tecidos de algodão e jacquard também protegidos. Assim dá para unir o útil ao agradável.

Lembre que janelas atrás do sofá devem ser protegidas com cortinas ou persianas, para evitar que o sol desgaste e desbote tanto o tecido quanto o couro.

couro

O couro é fácil de limpar, e quanto mais antigo e marcado, mais bonito fica. Ideal para quem tem crianças ou animais de estimação em casa. Na foto, o sofá Columbia em couro natura, ao lado da poltrona House.

 O sofá vai ser usado só para receber visitas, ou é para a sala de TV?

Se o ambiente é mais formal, de sala de estar, os profundos demais ficam desconfortáveis, com as visitas se desequilibrando para trás sem conseguir se encostar sem tirar os pés do chão. Prefira os de assento mais curto.

Para fazer um verdadeiro cinema em casa, os sofás com assentos mais profundos ou com uma ou duas chaises nas pontas  são os mais confortáveis. Alguns modelos também tem o encosto móvel, que reclina, aumentando ainda mais o conforto.

Agora, se a mesma sala tem que servir para as duas funções, TV e estar, os  uma boa ideia é escolher os sofás expansíveis, que “esticam” o assento só na hora do filme, voltando ao tamanho normal depois.

sofa na sala com janela

A sala de estar ficam mais confortável com um sofá de assento mais curto, como este Capuleto, estofado com linho impermeabilizado de fábrica.

sofa jeans

Ideal para sala de TV, o sofá Turim tem assento retratil e encosto articulado. Ao lado, cadeira House em jeans.

O Campana tem braços articulados para garantir maior conforto, inclusive na hora de ler ou dormir deitado no sofá!

De linhas contemporâneas e estilo industrial, o Campana tem braços articulados para garantir maior conforto, inclusive na hora de ler ou dormir deitado no sofá!

6. Dá para mudar o número de lugares?

Esse é um dado importante que pouca gente sabe. Para ficar confortável, cada assento do sofá deve ter no mínimo 80 cm de largura. Por isso, dependendo da medida do sofá, às vezes é melhor ter dois lugares largos que dois apertados. Pense nisso antes de mandar fazer um sofá sob medida. Os tapeceiros e fabricantes aceitam qualquer tipo encomenda, mas pode não ficar bom depois, e aí, não dá para trocar.

Se quiser personalizar o seu sofá, é melhor apelar para os modulares, que podem ser modificado de acordo com o gosto do cliente – com ou sem chaise, com ou sem puff, etc. A vantagem é que você pode ver na loja o tamanho de cada, peça, experimentar, tirar medidas – o que não acontece no sofá encomendado fora do padrão.

O sofá Lugano vem com peças intercambiáveis que podem ser montadas como quiser.

O sofá Lugano tem peças combináveis que podem ser montadas como quiser. Aqui está com uma chaise e um recamier, além de rolinhos móveis para apoio de cabeça ou braços. Pode ter também um puff e um módulo com encosto inteiro.

sofa couro 2 lugares

Sofá Hampton em couro natural, tem espaço para três pessoas com folga. Ao fundo, estanteEnglish Library em carvalho americano.

7. O teste do sofá

Essa último ponto é o mais importante: não deixe de experimentar os sofás antes de comprar, quantas vezes achar necessário. Peça para acionar o mecanismo de expansão do assento, se houver. E não tenha vergonha de colocar os pés para cima e se recostar na chaise para ver se se sente confortável (tire os sapatos, para não sujar). Essa é a hora de testar tudo, para ver se você e seu sofá são mesmo feitos um para o outro.

Como regra geral, é melhor escolher sofás confortáveis, mas que sejam mais firmes. Lembre que as molas e espumas, por melhor qualidade que tenham, tendem a amaciar com o uso. Se você já afunda no sofá antes mesmo de levar para casa, corre o risco de ficar abaulado demais depois.

Pergunte sobre o material do qual o sofá é feito. Tem garantia da estrutura interna? Os melhores (como os da nossas lojas) usam percinta italiana no assento, que é muito mais resistente. Toda a estrutura é recoberta por espuma de densidade 28 e os modelos mais altos tem também molas de fibra de carbono, que não oxidam em lugares com mais umidade, como no litoral.

Depois que o modelo que você escolheu passar por todos os testes acima, é só sentar e aproveitar. De preferência, com a casa cheia de amigos.

Iluminação com design moderno

A Firma Casa vai lançar, durante o DW, dois lustres criados por Humberto e Fernando Campana para a marca tcheca Lasvit. O primeiro é Fungo, inspirado em cogumelos que brotam em troncos de árvores,  num contraste entre a rigidez da madeira e o desenho orgânico dos vidros soprados.

A luminária Ring, da coleção Candy, foi criada a partir do universo de cores da série Sushi, de 2002. As cúpulas, que remetem a balas coloridas, são feitas de vidro soprado, incrustadas e acopladas à estrutura de metal dourado.

DECORAÇÃO PARA QUEM AMA OS PETS

Não é só quem tem quintal que pode ter animais de estimação em casa. Em espaços pequenos, é possível planejar um reduto para os pets – inclusive criar opções alternativas e práticas de lazer.

Ideias práticas

Foi o que realizou a arquiteta Daniele Zide, neste apartamento do Rio de Janeiro. Os donos do imóvel ansiavam por uma sala que conjugasse um estar com TV e home theater, mesa de jantar e uma espécie de parque de diversões para suas duas gatinhas – hoje são três. “O playground felino foi pensado desde o começo junto com o restante da sala, permitindo a integração total de todos os membros da família”, explica a profissional. Quando está vazio, o playground funciona como um adorno da parede e não interfere no estilo da decoração.

bichos-dentro-de-casa3

Espaço para brincar

Feito para a pequena moradora brincar com seu cãozinho Lhasa Apso, este projeto de Minas Gerais pode ser reproduzido em um espaço de cerca de 3m². O truque aqui é a criatividade. “O pallets de madeira com rodízios e futon serviram de cama para o pet. Pneus pintados e feitos de decoupagem e com uma confortável almofada por cima, são um dos espaços favoritos do cãozinho da menina”, detalham as designers de ambientes, Janaína Naves e Patrícia Nassif.

bichos-dentro-de-casa4

A automação residencial da Smart. Touch permite controlar vários pontos da residência com apenas um toque, aumentando a segurança, o conforto e a economia de energia. Do ar-condiconado até a iluminação passando pela conexão wifi, games, home theater e o controle de acesso a residência. Solicite um orçamento sem compromisso. SAIBA MAIS AQUI

Cuidados essenciais

Mesmo escolhendo o pet adequado, danos aos móveis são inevitáveis. Patrícia e Janaína sugerem cobrir a porta com uma chapa de acrílico transparente da base até a altura logo abaixo da maçaneta para evitar arranhões. Dani Zide aconselha o uso de sarja, lona de caminhão e couro sintético no estofado do sofá. “Capa é fundamental”, pontua.

bichos-dentro-de-casa5

Hora da escolha

As raças mais indicadas para espaços pequenos são maltês, spitz alemão, yorkshire e shih-tzu, indica o gerente de vendas da Vida Pet Store, Silvio Luiz Prates. “Estes são cães com uma quantidade enérgica menor, assim, não dependem de muitos passeios, embora não seja descartada a necessidade da caminhada”, explica.

Entenda porque a fechadura biométrica é mais segura

Os sistemas de reconhecimento por biometria estão se tornando cada vez mais populares no Brasil, principalmente depois que o sistema eleitoral passou a usar as impressões de digitais para identificação. Esse tipo de segurança também pode estar nas portas dos prédios e casas, através de um tipo de fechadura biométrica, que substitui as chaves pelos seus dedos.

A segurança da fechadura biométrica

O uso de segurança por biometria já foi elemento de filmes de ação ou futuristas. Neles, os elementos mais preciosos ficavam guardados através de portas automáticas, ativadas por impressões digitais. Agora a fechadura biométrica já faz parte da vida cotidiana, protegendo casas, prédios e salas contra o acesso de pessoas não autorizadas.

O mercado de segurança eletrônica cresce a cada ano. Segundo a Associação Brasileira de Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), o setor cresceu cerca de 10% em 2015 e se fortalece em períodos de tensões e crises no governo, onde a sensação de insegurança aumenta, junto da violência nos grandes centros.

Conforme a ABESE, a fechadura biométrica é um projeto voltado principalmente para locais restritos em uma empresa ou residências. Quando uma pessoa opta pelo uso da biometria, ela faz uma escolha pela própria segurança e comodidade. Como ninguém mais tem a mesma impressão digital ou uma íris do olho igual às suas, só você pode ter acesso àquele lugar.

Controle de acesso em Santos

 

Os Sistemas de Controle de Acesso permitem monitorar o acesso de pessoas a determinados ambientes através de relatórios gerados por software que indicam data e horário de entrada e saída, e ainda restringem o acesso a determinados ambientes. São produtos utilizados em condomínios, portarias, prédios empresariais e residências ou qualquer ambiente que o controle de pessoas é imprescindível.

CONHEÇA NOSSOS PROJETOS DE CONTROLE DE ACESSO PARA ESCRITÓRIOS OU RESIDÊNCIAS

automação geral

Segurança em casa e no trabalho. Quem não busca isso nos dias de hoje?

Uma alternativa de alta confiabilidade e tecnologia, e que facilita o dia a dia dos usuários, é a fechadura biométrica. A fechadura biométrica trata-se de um sistema seguro, em que dispensa o uso de chaves, com abertura por meio de impressões digitais de pessoas cadastradas.

Para cada necessidade, existe uma opção.

  • Capacidade de 120 usuários.
  • Cadastramento e exclusão de usuários feitos individualmente na própria fechadura.
  • 4 modos de acionamento , digital , senha , chave mecânica e controle remoto.
  • Fechadura Reversível
  • Alarme contra tentativa falsa de abertura.
  • Trava de aço temperado super resistente a 1.000 Kg de pressão
  • Painel touch screen para senha e funções.
  • Possui painel em OLED para relatórios de entrada.
  • Controle remoto para abertura a distancia.
  • Fácil de instalar
  • Fácil de programar e operar
  • Design inovador e sofisticado.
  • Entrada 9v de emergência na falta de pilhas
  • Alerta sonoro de pilha fraca
  • Um ano de garantia contra defeitos de fabricação
  • Memória Flash: não perde os cadastros na falta de pilhas

Construtoras entregam tablets e biometria ‘de série’ em São Paulo

Quem compra um imóvel da Porte Engenharia, especializada em empreendimentos de alto padrão na zona leste de São Paulo, ganha um tablet junto com as chaves do apartamento. O aparelho permite o controle de iluminação, persianas, ar-condicionado e a visualização de câmeras das áreas comuns. Os imóveis têm ainda infraestrutura para cabeamento de câmeras na parte interna da unidade.

O edifício Helen, que será entregue em 2018, no Tatuapé, terá ainda elevadores com controle de chamada por biometria e cada apartamento contará com fechaduras com controle de acesso por senha. O preço de uma unidade de 374 m² em um andar de altura média é R$ 5,2 milhões. De acordo com Igor Melro, diretor comercial da construtora, esses diferenciais de segurança impactam pouco no preço do imóvel. “Representa cerca de 0,2% do custo.”

DEIXE SUA CASA SMART EM APENAS UM TOUCH. CONSULTE NOSSOS PROJETOS

automação geral

Já a Brookfield Incorporações entrega em 2019 os apartamentos do Praça Gaivota, em Moema, na zona sul de São Paulo, com infraestrutura para ponto de fechadura biométrica na porta de serviço. Há a opção de adquirir já com o equipamento instalado, cobrado à parte próximo à entrega das chaves.

Na área social, o acesso será feito por elevadores privativos com biometria. As 38 unidades variam entre 182 m² e 320 m² e custam R$ 17,9 mil o metro quadrado. Para José de Albuquerque, diretor de incorporação da construtora, esse tipo de segurança só foi possível por conta das poucas unidades que o empreendimento terá, o que facilita a instalação. Não há previsão em outros lançamentos da construtora.

“A gestão da segurança de cada unidade autônoma, como a instalação de câmeras internas e portas blindadas, dependem do dia a dia de cada cliente. Nosso foco é dar todas as condições para o controle de acesso seguro ao condomínio”, diz.

Cultive sua Horta no apartamento. Veja as dicas

Trazer mais verde para dentro de casa nos dá vida, frescor e alegria, já que a cor quebra o peso de tons mais escuros. Uma planta pode ficar no chão, no balcão da cozinha ou até na mesa do centro da sala. Mas e quando falamos em mini hortas urbanas? Elas são uma ótima forma de melhorar também os seus hábitos alimentares, já que temperos e ervas fresquinhos bem ao alcance das nossas mãos fazem um bem danado.

Cultivar-Horta-em-Apartamento-17

E nada de achar que isso é impossível porque você mora numa casa sem jardim ou quintal, ou ainda, num apartamento pequeno. É possível cultivá-la mesmo em espaços reduzidos, como áreas de serviço, varandas, jardineiras, ou até naquele cantinho da cozinha.

Hoje então, trazemos 5 ideias para te inspirar. Vale usar a criatividade com os materiais e ter diversos tipos de hortaliças como manjericão, cebolinha, salsinha, hortelã, erva-doce, alecrim. Além de fazer muito bem o contato com a terra, é uma delícia poder usar os alimentos plantados para dar um temperinho nos nossos pratos. As plantinhas também dão um outro efeito na decoração. Dá só uma:

follow-the-colours-horta-cozinha-temperos-01

1) LATAS

O que fazer com as latas que não utilizamos mais? Muita coisa. Solte a criatividade e use diversas para acomodar os temperos ou ainda guardar utensílios de cozinha como colheres e mexedores. Vale encapá-las com tecido, contact, papel colorido ou até usar decotape. Com a ajuda de um martelo e de um prego faça um furo no fundo para que a água escoe.

follow-the-colours-mini-horta-cozinha-caneca-03

2) CANECAS ou XÍCARAS

As canecas e xícaras também se transformam em ótimos pequenos vasos e dão charme para o balcão da cozinha, por exemplo. Elas podem ser penduradas, decorar uma mesa ou estante na sala de jantar.

follow-the-colours-garrafa-pet-mini-horta

A automação residencial da Smart. Touch permite controlar vários pontos da residência com apenas um toque, aumentando a segurança, o conforto e a economia de energia. Do ar-condiconado até a iluminação passando pela conexão wifi, games, home theater e o controle de acesso a residência. Solicite um orçamento sem compromisso.SAIBA MAIS AQUI

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL CORTINAS

3) GARRAFAS PET

Confesso que não é a maneira mais bonita de se ter uma horta em casa, mas existem incríveis projetos usando o material. Com elas, conseguimos fazer instalações, pendurar as plantas para tomar água da chuva, cultivar diversos tipos de ervas de uma só vez.

follow-the-colours-mini-horta-vaso-01

4) VASOS

Além do uso comum, os vasos são apropriados para quem pensa em criar uma horta vertical. Eles podem ser colocados na parede (olha que legal que ficam todos coloridos!) ou ainda fazer parte de estantes e escadas bacanas colocadas na varanda. Uma ideia super criativa é pintar vasinhos simples com tinta lousa. Com o giz, escreva o nome de cada erva correspondente. Original, não?!

follow-the-colours-caixa-mini-horta-03

5) CAIXAS

Caixas de vinhos descartadas ou os famosos pallets dão um suporte legal para mini canteiros. Eles podem ser colocados tanto na horizontal quanto no vertical, e por serem maiores, nos permitem plantar verduras e legumes como alface, rúcula, etc.

Benefícios do som ambiente para sala de espera em consultórios

A sala de espera de um consultório médico já pressupõe, em sua grande maioria das vezes, um encontro com o desconhecido, angústia, algum mal estar e ansiedade. Para “quebrar o gelo” e deixar seus pacientes à vontade, experimente criar uma atmosfera mais agradável e aconchegante enquanto eles esperam pela consulta, ou por um diagnóstico. Pensando nisso, preparamos algumas dicas de sonorização para a sala de espera de seu consultório.

recepcao-de-consultorio-medico_46212

 

Tipo de Música

Uma boa alternativa é investir na sonorização certa. Ouvir música de qualidade dá uma dose a mais de ânimo, melhorando o humor e facilitando as relações humanas. Pesquisadores descobriram que a música relaxante promove a liberação de endorfinas e imunoglobulinas. Muitos ouvintes se sentem relaxados quando ouvem músicas com um ritmo lento e estável, com volume baixo e timbre suave.

Variedade

Nem todas as pessoas são ecléticas, portanto não gostam de ouvir todo e qualquer ritmo musical.  Muitas têm predileção por certos artistas e gêneros, por isso nossa sugestão é recorrer a uma seleção de canções que varie bastante, mas sempre seguindo a lógica da primeira dica, ou seja, nada muito agitado.

recepcao-de-consultorio-2_355735

Sons da Natureza

Esse tipo de música talvez seja a mais adequada e certeira para consultórios. Barulho de chuva caindo e escorrendo por entre as pedras, ecos da floresta, som de uma cascata a fluir: todos são excelentes.  Sons instrumentais e de meditação também se mostram bastante eficazes em equilibrar corpo e mente e preparar o paciente para a consulta.

 

Projeto de Sonorização da Sala de Espera

Com um projeto de sonorização feito por especialistas e adequado aos moldes do seu consultório e da sua sala de espera,  vai ficar fácil transmitir músicas de relaxamento, que animam e acalmam.  Para isso, não são necessárias grandes mudanças no desenho interno da sala de espera, nem investimentos vultuosos. Vale a pena investir em equipamentos de qualidade, que vão ajudar muito em termos de propagação do som e diminuição de ruídos.

automação geral

 

BASE NEUTRA E CORES NA DECORAÇÃO MUDAM APARÊNCIA DO APARTAMENTO.

Quem costuma gostar de muitas cores chamativas pode ter alguma dificuldade em trazer unidade para os ambientes dos apartamentos. O projeto da arquiteta Gabriela Marques é uma boa referência para quem, assim como a dona desse apartamento,  usa e abusa de cores desde o guarda-roupa até a mobília da sala e o carro que não são nada básicos.
Confira as imagens e anote as dicas.

Base neutra recebe cores

A primeira intervenção da arquiteta no apartamento de 93 m², foi transformar a sala principal em uma espécie decubo de concreto, com uma textura suave nas paredes e no teto de todo o ambiente. “O cinza é o novo bege e combina com tudo; é uma base que realça a decoração, dá um toque de modernidade, além de deixar a casa mais aconchegante”, explica Gabriela.

base cores

Com a base neutra no teto e nas paredes e o piso de madeira contínuo, foi mais fácil inserir os outros elementos, como o painel de ladrilho hidráulico na cozinha, o espelho bronze, que amplia o ambiente, e a parede de cobogó, que tanto esconde o corredor íntimo como confere ao apartamento um ar retrô, um dos muitos estilos apreciados pela moradora.

CONHEÇA NOSSOS PROJETOS DE HOME THEATER. SAIBA MAIS AQUI

home-theater-29

Há menos de um ano vivendo no novo apartamento os moradores dizem que não conseguiriam se imaginar morando em outro lugar. O casal, que adorava sair de casa, teve sua rotina modificada. Se tornaram muito mais caseiros. “Se temos de ficar até mais tarde no escritório, levamos o computador para trabalhar em casa”, afirma a moradora. “Estamos tão felizes que temos prazer em ficar aqui.”

Transforme sua sala em um cinema com home theater

Qualquer pessoa que investe o seu dinheiro na compra de um Home Theater está pensando, acima de tudo, em qualidade de som para conseguir assistir aos seus filmes, séries ou programas preferidos na sua televisão com a sensação muito parecida com a que temos quando vamos ao cinema. Além disso, muitos destes aparelhos também contam com Blu-ray, que também já dá um grande salto de qualidade na imagem.

sala com HomeTheater-1

Mas não basta apenas comprar o primeiro equipamento que a pessoa olha na loja e acha bonito, ou aquele que está custando mais barato na promoção do momento. A instalação do equipamento, bem como a sua potência, é o que realmente vai definir se as pessoas fizeram um bom investimento ou se acabaram colocando apenas caixas de som ao redor da sua televisão.

Antes de fazer a compra e levar o seu equipamento para casa, é importante saber a potência do Home Theater. Muitas pessoas acabam comprando aparelhos com uma potência muito mais baixa do que deveria por causa do espaço da peça que ele será instalado. O ideal neste caso é pedir a ajuda de um técnico qualificado, que poderá avaliar o espaço disponível e a potência necessária para que o som fique realmente bom.

home theater 17125

Instalação correta

Você não vai precisar de um profissional para conseguir instalar o seu home theater em casa. Qualquer pessoa consegue fazer isso, desde que observe atentamente os pontos de instalação e também o posicionamento das caixas de som. Cada uma delas possui um lado especifico para ser instalada, e isso deve ser respeitado. Caso contrário, o efeito de imersão que temos nos cinemas simplesmente vai sair prejudicado. Atenção especial deve ser dada para as caixas que ficam na parte de trás.

Uma outra parte do Home Theater que deve exigir um pouco mais de cuidado das pessoas é o Subwoofer, responsável pelos graves e que geralmente é a caixa de som maior. Ele sempre deve ficar no chão, porque costuma tremer muito.

CONHEÇA NOSSOS PROJETOS DE HOME THEATER. SAIBA MAIS AQUI

home theater em santos

 

Iluminação

Quando a pessoa também está preocupada com a qualidade de imagem ao invés de pensar somente na qualidade do som, elas também devem se preocupar especialmente com a luz que entra de fora para dentro no ambiente onde o equipamento foi instalado. A dica é investir em cortinas do estilo rolo ou ainda cortinas do estilo blackout para conseguir barrar toda a entrada de luz.

Já na parte da frente, onde a televisão vai ficar instalada, a dica é apostar em uma iluminação mais dieta e amarela, que traz um clima de mais aconchego ao local e que podem ficar acesas mesmo quando a pessoa está assistindo a algum programa.